Santa Catarina tem mais de 11 mil casos confirmados de dengue

COMPARTILHE
Foto: SECOM/Divulgação
O ano de 2020 foi marcado pelo registro do maior número de casos confirmados de dengue em Santa Catarina. 

Para alertar a população e para incentivar a eliminação dos criadouros do Aedes aegypti, o estado se prepara para uma semana de mobilização contra o mosquito, entre os dias 30 de novembro e 5 de dezembro.

De acordo com o último boletim epidemiológico, divulgado pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (Dive), na última sexta-feira (13) o estado tem 103 municípios infestados pelo mosquito transmissor de dengue, zika e chikungunya. 
“É o maior número registrado até agora em SC. E nos deixa o alerta: se temos o mosquito, poderemos ter o registro das doenças. Por isso, é tão importante eliminar locais que possam acumular água e reforçar junto à população a importância das medidas de controle do mosquito. Essa é a melhor maneira de evitarmos novos casos”, afirma João Fuck, gerente de zoonoses da Dive.
Além da situação de epidemia de dengue em 11 municípios (a Organização Mundial da Saúde define o nível de transmissão epidêmico quando a taxa de incidência é maior de 300 casos de dengue por 100 mil habitantes), SC tem confirmados até o momento mais de 11 mil casos de dengue. 
“A maioria dos casos são autóctones, ou seja, com transmissão dentro do território estadual. Eles estão concentrados em 52 municípios, sendo que 11 apresentaram transmissão em nível epidêmico. Essa condição é reflexo da presença e disseminação do Aedes aegypti”, alerta João Fuck.
Ações para controle do mosquito

A Dive orienta que as ações que serão feitas pelos municípios levem em consideração a realidade de cada local e sigam as recomendações sanitárias para prevenção da transmissão da Covid-19. 

“A semana de ações é realizada todos os anos em Santa Catarina, sempre em alusão ao Dia Nacional de Combate à Dengue, 21 de novembro. Sugerimos e indicamos que os municípios envolvam diversos setores nas atividades de controle vetorial, com realizações de reuniões virtuais da sala de situação, que reforcem a rede assistencial sobre a importância da notificação e manejo clínico dos casos”, detalha João Fuck.

O Aedes aegypti

O mosquito transmissor do vírus da dengue, zika e chikungunya é o Aedes aegypti. Ele se caracteriza pelo tamanho pequeno, cor marrom médio e por nítida faixa curva branca de cada lado do toráx. Nas patas, apresenta listras brancas.

As fêmeas do mosquito necessitam do sangue humano para a maturação dos ovos. Dessa forma, é nesse momento que pode ocorrer a transmissão das doenças (tanto da transmissão do vírus aos seres humanos, como a infecção do mosquito ao picar uma pessoa doente no período de viremia).

A fêmea deposita até 100 ovos nas paredes internas de recipientes que tenham ou que possam acumular água. A fêmea escolhe mais de um local para realizar cada postura, o que garante maior sucesso reprodutivo, ou seja, podem nascer insetos de vários recipientes no mesmo ambiente. 

Nesses locais os ovos podem durar até um ano e meio. Em contato com a água, os ovos desenvolvem-se rapidamente em larvas, que dão origem às pupas. 

Delas, surge o adulto num ciclo de, aproximadamente, 7 dias. “Por isso, é tão importante que cada um observe o seu ambiente ao menos uma vez por semana, para eliminar possíveis criadouros do mosquito Aedes aegypti”, reforça o gerente.

O Aedes aegypti tem como criadouros os mais variados recipientes que possam acumular água parada. Os mais comuns são pneus sem uso, latas, garrafas, pratos dos vasos de plantas, caixas d’água descobertas, calhas, piscinas e vasos sanitários sem uso. 

A fêmea do mosquito pode, também, depositar seus ovos nas paredes internas de bebedouros de animais e em ralos desativados, lajes e em plantas como as bromélias.

Prevenção

• Evite usar pratos nos vasos de plantas. Se usar, coloque areia até a borda;

• Guarde garrafas com o gargalo virado para baixo;

• Mantenha lixeiras tampadas;

• Deixe os tanques utilizados para armazenar água sempre vedados, sem qualquer abertura, principalmente as caixas d’água;

• Plantas como bromélias devem ser evitadas, pois acumulam água.

• Trate a água da piscina com cloro e limpe-a uma vez por semana;

• Mantenha ralos fechados e desentupidos;

• Lave com escova os potes de comida e de água dos animais, no mínimo uma vez por semana;

• Retire a água acumulada em lajes;

• Limpe as calhas, evitando que galhos ou outros objetos não permitam o escoamento adequado da água;

• Dê descarga, no mínimo uma vez por semana, em vasos sanitários pouco usados e mantenha a tampa sempre fechada;

• Evite acumular entulho, pois podem se tornar criadouros do mosquito.

Estado tem 103 municípios infestados pelo mosquito transmissor de dengue, zika e chikungunya, e se prepara para uma semana de mobilização contra o mosquito, entre os dias 30 de novembro e 5 de dezembro.

Nome

Acidente,60,Acidente na BR-280,68,Agressão,1,Agricultura,18,Artigo de Opinião,1,Auxílio Emergencial,5,Bela Vista do Toldo,46,Brasil,498,Campo Alegre,2,Canoinhas,1622,Censura,1,Coronavírus,334,Crime,34,Crime Ambiental,6,Cultura,49,Curiosidades,33,Denúncia,1,Destaque,140,Diversidades,4,Economia,194,Educação,152,Eleições,52,Emprego,9,Entretenimento,14,Esporte,29,Estado é responsável,1,Fake News,1,Famosos,14,Feminicídio,17,Frio,1,Golpe,2,Homenagem,15,Humor,5,Incêndio,20,Inusitado,1,Irineópolis,74,Itaiópolis,75,Jaraguá do Sul,5,Joinville,35,Leilão,1,Lockdown,1,Mafra,190,Mais do mesmo,1,Major Vieira,200,Manchete,908,Matos Costa,1,Memórias,10,Minas Gerais,2,Monte Castelo,38,Nossa história,24,Notícias,5,Notícias Internacionais,70,Ocorrências Policiais,819,Papanduva,131,Paraná,313,Polícia Ambiental,104,Polícia Civil,76,Política,738,Porto União,173,Previsão do tempo,166,Redes Sociais,31,Regional,1734,Rio Canoinhas,23,Rio Grande do Sul,40,Rio Negrinho,91,Santa Catarina,1640,Santa Cecília,19,São Bento do Sul,65,São Mateus do Sul,50,São Paulo,2,Saúde,278,Segurança,1,Sério isso?,1,Solidariedade,53,Tecnologia,2,Timbó Grande,16,Tráfico,1,Tragédia em Minas Gerais,10,Tragédia no sul catarinense,1,Trânsito,3,Três Barras,608,União da Vitória,51,Utilidade Pública,334,Variedades,1140,Violência contra mulher,31,
ltr
item
Canoinhas Online: Santa Catarina tem mais de 11 mil casos confirmados de dengue
Santa Catarina tem mais de 11 mil casos confirmados de dengue
https://1.bp.blogspot.com/-yLjQgnC6WkA/X7WeOsm6vTI/AAAAAAAAkjc/f2oFgoYrL7Q_9jCYmQVNY7ejx3mo7bQegCNcBGAsYHQ/s320/DENGUE.jpg
https://1.bp.blogspot.com/-yLjQgnC6WkA/X7WeOsm6vTI/AAAAAAAAkjc/f2oFgoYrL7Q_9jCYmQVNY7ejx3mo7bQegCNcBGAsYHQ/s72-c/DENGUE.jpg
Canoinhas Online
https://www.canoinhasonline.com.br/2020/11/santa-catarina-tem-mais-de-11-mil-casos.html
https://www.canoinhasonline.com.br/
https://www.canoinhasonline.com.br/
https://www.canoinhasonline.com.br/2020/11/santa-catarina-tem-mais-de-11-mil-casos.html
true
314757626133630520
UTF-8
Carregar todas as notícias Não encontrou nenhuma postagem Ver mais Continue lendo Resposta Cancelar resposta Deletar Por Home PÁGINAS PÁGINAS Ver mais RECOMMENDED FOR YOU Resultado para ARQUIVO PESQUISAR TODAS AS NOTÍCIAS Não foi encontrada nenhuma correspondência com o seu pedido Voltar para página inicial Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez agora mesmo 1 minuto atrás $$1$$ minutos atras 1 hora atrás $$1$$ hora atrás Ontem $$1$$ dia atrás $$1$$ semana atrás mais de 5 semanas atrás Follow Este conteúdo é Premium Compartilhe para desbloquear Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy