Escravidão e tráfico de pessoas em SC: os crimes por trás das colheitas de cebola

COMPARTILHE
Foto: Helena Marquardt/DAV
Uma operação envolvendo a Polícia Federal, Ministério Público do Trabalho e auditores do trabalho terminou com uma pessoa presa, quatro agricultores atuados e o resgate de 43 trabalhadores que viviam em situação análoga à escravidão em Ituporanga, no Vale do Itajaí.

Foram oito dias de operação, com término na última quarta-feira (25). Segundo o Ministério Público, o esquema criminoso envolvia tráfico de pessoas, servidão por dívida e negociação de passes, com "venda" de trabalhadores. As vítimas, todas nordestinas, eram obrigadas a servir em plantações de cebola.

O esquema foi denunciado por três vítimas que conseguiram fugir de uma das propriedades. Autoridades percorreram diversos alojamentos e se depararam com uma realidade na qual é difícil acreditar: pessoas aliciadas vivendo em condições insalubres, em espaços limitados, e condições de higiene precárias.

A servidão por dívidas também foi verificada, já que as vítimas eram obrigadas a continuar trabalhando até quitá-las, sob ameaça de morte se deixassem a plantação e muitas vezes tendo que pagar por equipamentos de proteção, tesouras usadas no corte da cebola e remédios quando adoeciam.

O auditor fiscal do Trabalho, Magno Riga, relata que na maioria dos locais a legislação estava sendo cumprida, mas nas lavouras de quatro produtores foi constatada situação análoga à escravidão, especialmente de trabalhadores vindos de diversos estados do Nordeste. 
“Além do tráfico de pessoas esses trabalhadores também estavam em situação de servidão por dívida, situação que somada ao contexto de ameaças e da fraude que envolveu a contratação e vinda para a colheita, caracterizou a condição análoga à escravidão e trabalho forçado”, conta.
Um dos trabalhadores contou que a promessa era de uma vida melhor, mas eles acabaram escravizados.
 “Falaram que a gente ganharia bem, que faria uns R$ 3 mil até o fim da safra, e que seria descontado apenas os R$ 450,00 da passagem, mas chegando era tudo diferente. Se alguém ficava doente eles nos cobravam R$ 30,00 a caixa de remédio para dor nas costas e se a gente não conseguisse trabalhar e ficasse dentro do alojamento tínhamos que pagar R$ 50,00 por dia pela estadia. Também tinha dias que não nos davam almoço”, revelou.
O Ministério Público do Trabalho firmou cinco Termos de Ajuste de Conduta (TAC) com os donos das propriedades com a obrigação de pagamento a título de danos morais coletivos, além das verbas trabalhistas devidas aos empregados, com acréscimo do valor das rescisões contratuais para que eles possam voltar às cidades de origem.

PRISÃO


As vítimas foram aliciadas de vários estados do Nordeste por uma organização criminosa, segundo o Ministério Público, que não especificou de quais estados esses trabalhadores vieram.

O suspeito preso foi levado à Polícia Federal de Itajaí. Ele teve a prisão preventiva decretada para não comprometer as investigações. Ele deve responder por aliciamento, escravidão por dívidas e tráfico de pessoas.

O procurador do Trabalho Acir Alfredo Hack afirmou que esses tipos de crimes aumentaram na região de Ituporanga. Ele estima que mais de 500 nordestinos trabalhem de forma irregular nas plantações de cebola catarinenses.
“Desde a primeira operação, no final de julho, até agora foram resgatados quase 100 trabalhadores e isso, infelizmente, é apenas uma amostra da dura realidade que enfrentamos”, disse.

Em agosto deste ano, 18 trabalhadores foram resgatados em situação equivalente à de escravidão, também na área rural de Ituporanga. 

As vítimas eram do Ceará e viviam em condições precárias. O caso só foi descoberto porque um deles passou mal e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionado para o socorrer.

As vítimas eram ameaçadas de morte se deixassem a plantação e muitas vezes tinham que pagar por equipamentos de proteção e remédios, quando adoeciam.

Nome

Acidente,93,Acidente na BR-280,79,Afogamento,3,Agressão,1,Agricultura,19,Artigo de Opinião,1,Atropelamento,1,Auxílio Emergencial,6,Bela Vista do Toldo,50,BR-101,1,BR-116,1,BR-470,1,brasi,1,Brasil,529,Busca e Resgate,1,Câmara dos Deputados,1,Campo Alegre,6,Canoinhas,1690,Censura,1,Congresso Nacional,7,Coronavírus,421,Cotidiano,2,Crime,42,Crime Ambiental,6,Cultura,50,Curiosidades,33,Denúncia,1,Desaparecido,3,Destaque,188,Direito do Consumidor,3,Diversidades,4,Economia,207,Educação,165,Eleições,52,Emprego,10,Entretenimento,14,Esporte,29,Estado é responsável,1,Estatísticas,1,Estiagem,2,Fake News,1,Famosos,17,Fatalidade,1,Feminicídio,20,Fraude,1,Frio,1,Golpe,3,Homenagem,16,Humor,5,Incêndio,27,Inusitado,1,Irineópolis,78,Itaiópolis,76,Jaraguá do Sul,5,Joinville,38,Justiça,3,Leilão,1,Lockdown,1,Mafra,198,Mais do mesmo,1,Major Vieira,204,Manchete,908,Matos Costa,1,Maus tratos,1,Meio Ambiente,1,Memórias,11,Minas Gerais,2,Monte Castelo,41,Nossa história,25,Notícias,17,Notícias Internacionais,73,Ocorrências Policiais,865,Papanduva,137,Paraná,326,Polêmica,1,Polícia Ambiental,106,Polícia Civil,79,Política,765,Porto União,183,Previsão do tempo,168,Redes Sociais,33,Regional,1739,Rio Canoinhas,23,Rio Grande do Sul,41,Rio Negrinho,95,Santa Catarina,1758,Santa Cecília,19,São Bento do Sul,68,São Mateus do Sul,51,São Paulo,3,Saúde,283,SC-135,1,SC-418,1,SC-477,1,Segurança,5,Senado Federal,4,Sequestro,4,Sério isso?,1,Solidariedade,54,Tecnologia,3,Temporal,13,Timbó Grande,16,Tráfico,1,Tragédia em Minas Gerais,10,Tragédia no sul catarinense,1,Trânsito,9,Três Barras,639,Turismo,1,União da Vitória,51,Utilidade Pública,338,Vale do Itajaí,1,Variedades,1218,Verão,3,Violência contra mulher,33,
ltr
item
Canoinhas Online: Escravidão e tráfico de pessoas em SC: os crimes por trás das colheitas de cebola
Escravidão e tráfico de pessoas em SC: os crimes por trás das colheitas de cebola
https://1.bp.blogspot.com/-KCyjPApFhxg/X8CzbBYDBeI/AAAAAAAAkyM/qTzHHe9sBIgV_9UNJuXos1ZasC1WRJPzwCNcBGAsYHQ/s320/escravid%25C3%25A3o.jpg
https://1.bp.blogspot.com/-KCyjPApFhxg/X8CzbBYDBeI/AAAAAAAAkyM/qTzHHe9sBIgV_9UNJuXos1ZasC1WRJPzwCNcBGAsYHQ/s72-c/escravid%25C3%25A3o.jpg
Canoinhas Online
https://www.canoinhasonline.com.br/2020/11/escravidao-e-trafico-de-pessoas-em-sc.html
https://www.canoinhasonline.com.br/
https://www.canoinhasonline.com.br/
https://www.canoinhasonline.com.br/2020/11/escravidao-e-trafico-de-pessoas-em-sc.html
true
314757626133630520
UTF-8
Carregar todas as notícias Não encontrou nenhuma postagem Ver mais Continue lendo Resposta Cancelar resposta Deletar Por Home PÁGINAS PÁGINAS Ver mais RECOMMENDED FOR YOU Resultado para ARQUIVO PESQUISAR TODAS AS NOTÍCIAS Não foi encontrada nenhuma correspondência com o seu pedido Voltar para página inicial Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez agora mesmo 1 minuto atrás $$1$$ minutos atras 1 hora atrás $$1$$ hora atrás Ontem $$1$$ dia atrás $$1$$ semana atrás mais de 5 semanas atrás Follow Este conteúdo é Premium Compartilhe para desbloquear Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy