Fortes, tristes e reais, depoimentos de crianças abusadas clamam por socorro urgente

COMPARTILHE

Trechos de denúncias apresentadas ao fórum do município de Ponte Serrada, a partir de relatos de crianças e adolescentes vítimas de abusos sexuais, todos fortes, tristes e reais, demonstram a gravidade do problema para além dos números: 

"O acusado ameaçava matar a mãe da vítima caso contasse para alguém" — "O agressor oferecia doces e deixava a criança brincar com o celular em troca de favores sexuais" — "No paiol da propriedade, o avô colocava a neta em cima de um balde de leite para conseguir praticar o abuso" — "A vítima teve coragem de denunciar o padrasto quando engravidou, depois de sofrer abusos por 10 anos consecutivos".

A comarca de Ponte Serrada, que atende uma população estimada em 19,5 mil habitantes, distribuídos entre o distrito-sede (11,5 mil) e os vizinhos municípios de Passos Maia (4,4 mil) e Vargeão (3,5 mil), registrou nos últimos dois anos, de agosto de 2017 a agosto de 2019, 80 novos processos de violência sexual infantil, com 67 vítimas de estupro de vulnerável. 

Algumas crianças, aliás, sofreram a agressão mais de uma vez. A estatística aponta que a comarca registra um preocupante índice de 3,4 vítimas por mil habitantes. Entre elas, 54% tinham até 11 anos de idade quando foram abusadas.

Chama a atenção também que em 80% dos casos o abusador está dentro de casa. Padrasto, pai e avô lideram o ranking. São pessoas próximas da criança, com forte ligação sentimental e que, muitas vezes, se aproveitam dessa relação para coagir a vítima. 

A psicóloga da comarca, Cibele Rondis, ressalta que são vários os motivos que levam o homem a abusar de criança com vínculo familiar, principalmente ligados a dificuldades emocionais. No entanto, na região percebem-se abusadores com distúrbios psiquiátricos que dificultam o controle da sexualidade. 

Outro fator preponderante é a falta de amor com a criança, desconsiderada como um ente familiar. E as condições de moradia também influenciam pelo fato de todos dormirem juntos e presenciarem cenas e atos sexuais que se tornam cotidianos.

"Percebemos que a criança tem medo do agressor, o que dificulta o relato. A vítima, normalmente, tem vergonha em falar sobre o assunto por não entender o que está acontecendo. Muitas crianças se sentem culpadas". 

"Modificar a estrutura familiar é um grande empecilho para a denúncia, mas aí cabe a responsabilidade dos pais em comunicar o abuso à polícia, mesmo que o autor tenha sido o próprio pai ou o avô", destaca a psicóloga. Aliás, nos últimos dois anos, a comarca condenou 11 pais e mães por saberem que os filhos foram abusados e não denunciarem.
Estupro de vulnerável
O Artigo 217 do Código Penal descreve como crime de estupro de vulnerável a prática de conjunção carnal ou outro ato libidinoso com menor de 14 anos de idade. 

A pena para quem comete esse crime compreende prisão de oito a 15 anos. Se o abusador for familiar, cuja função seria cuidar e preservar a criança, a pena aumenta, assim como se a vítima for incapaz intelectualmente ou se a agressão deixou lesões graves ou causou a morte. 
Nesses casos, o tempo de prisão é elevado para 30 anos.
Nome

Acidente,60,Acidente na BR-280,67,Agressão,1,Agricultura,18,Artigo de Opinião,1,Auxílio Emergencial,4,Bela Vista do Toldo,46,Brasil,496,Campo Alegre,2,Canoinhas,1620,Censura,1,Coronavírus,332,Crime,34,Crime Ambiental,6,Cultura,49,Curiosidades,33,Denúncia,1,Destaque,140,Diversidades,4,Economia,193,Educação,152,Eleições,52,Emprego,9,Entretenimento,14,Esporte,29,Estado é responsável,1,Fake News,1,Famosos,14,Feminicídio,17,Frio,1,Golpe,2,Homenagem,15,Humor,5,Incêndio,20,Inusitado,1,Irineópolis,74,Itaiópolis,75,Jaraguá do Sul,5,Joinville,35,Leilão,1,Lockdown,1,Mafra,190,Mais do mesmo,1,Major Vieira,200,Manchete,908,Matos Costa,1,Memórias,10,Minas Gerais,2,Monte Castelo,38,Nossa história,24,Notícias,5,Notícias Internacionais,70,Ocorrências Policiais,819,Papanduva,131,Paraná,313,Polícia Ambiental,104,Polícia Civil,76,Política,738,Porto União,173,Previsão do tempo,166,Redes Sociais,31,Regional,1734,Rio Canoinhas,23,Rio Grande do Sul,40,Rio Negrinho,91,Santa Catarina,1635,Santa Cecília,19,São Bento do Sul,65,São Mateus do Sul,50,São Paulo,2,Saúde,278,Segurança,1,Sério isso?,1,Solidariedade,53,Tecnologia,2,Timbó Grande,16,Tráfico,1,Tragédia em Minas Gerais,10,Tragédia no sul catarinense,1,Trânsito,3,Três Barras,608,União da Vitória,51,Utilidade Pública,334,Variedades,1138,Violência contra mulher,31,
ltr
item
Canoinhas Online: Fortes, tristes e reais, depoimentos de crianças abusadas clamam por socorro urgente
Fortes, tristes e reais, depoimentos de crianças abusadas clamam por socorro urgente
Em 80% dos casos o abusador está dentro de casa. Padrasto, pai e avô lideram o ranking.
https://1.bp.blogspot.com/-qF_jYLVFU0s/XsiyAWn3mYI/AAAAAAAAekE/1lz3rR2PsSQMUpozhjHwMcqXHJQn7II0gCNcBGAsYHQ/s1600/abuso%2Bem%2Bponte%2Bserrada.jpg
https://1.bp.blogspot.com/-qF_jYLVFU0s/XsiyAWn3mYI/AAAAAAAAekE/1lz3rR2PsSQMUpozhjHwMcqXHJQn7II0gCNcBGAsYHQ/s72-c/abuso%2Bem%2Bponte%2Bserrada.jpg
Canoinhas Online
https://www.canoinhasonline.com.br/2020/05/fortes-tristes-e-reais-depoimentos-de.html
https://www.canoinhasonline.com.br/
https://www.canoinhasonline.com.br/
https://www.canoinhasonline.com.br/2020/05/fortes-tristes-e-reais-depoimentos-de.html
true
314757626133630520
UTF-8
Carregar todas as notícias Não encontrou nenhuma postagem Ver mais Continue lendo Resposta Cancelar resposta Deletar Por Home PÁGINAS PÁGINAS Ver mais RECOMMENDED FOR YOU Resultado para ARQUIVO PESQUISAR TODAS AS NOTÍCIAS Não foi encontrada nenhuma correspondência com o seu pedido Voltar para página inicial Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez agora mesmo 1 minuto atrás $$1$$ minutos atras 1 hora atrás $$1$$ hora atrás Ontem $$1$$ dia atrás $$1$$ semana atrás mais de 5 semanas atrás Follow Este conteúdo é Premium Compartilhe para desbloquear Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy