Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE
FALSE
TRUE
HIDE_BLOG
Textual description of firstImageUrl

Projeto visa acabar com o uso de sacolas plásticas no comércio e supermercados de Canoinhas

Entre 500 bilhões e 1 trilhão de sacolas plásticas são consumidas em todo o mundo anualmente. No Brasil, cerca de 1,5 milhão de sacolinh...


Entre 500 bilhões e 1 trilhão de sacolas plásticas são consumidas em todo o mundo anualmente. No Brasil, cerca de 1,5 milhão de sacolinhas são distribuídas por hora! Achou muito? A natureza também.

Sacolas plásticas não são o maior vilão do meio ambiente, mas o seu consumo excessivo é. As sacolinhas, tão práticas e gratuitas, têm um alto custo ambiental: para sua produção são consumidos petróleo ou gás natural (ambos recursos naturais não-renováveis), água e energia, e liberados efluentes (rejeitos líquidos) e emissões de gases tóxicos e do efeito estufa.

Depois de usadas, muitas são descartadas de maneira incorreta, aumentando a poluição e ajudando a entupir bueiros que escoam as águas das chuvas ou indo parar nas matas e oceanos, sendo ingeridas por animais que morrem sufocados ou presos nelas. Pouquíssimas chegam a ser recicladas.

Sobre este assunto, entrou para leitura e apresentação durante a sessão de segunda-feira (8), na Câmara de Vereadores de Canoinhas, um projeto voltado as sacolas plásticas usadas por supermercados e comércio em geral em nosso município. 

O projeto "Dispõe sobre o Consumo Consciente e Redução do Uso de Sacolas Plásticas no Município de Canoinhas”, de autoria do Vereador Célio Galeski.

Galeski afirmou que achou interessante a ideia e a adotou devida a sua importância. A ideia é de Priscila Cristine Darmorus Soares, Analista de Negócios/Setor de Marketing da Rede dos Supermercados Bruda, que fez uso da tribuna.

Priscila explicou detalhes para vereadores e comunidade presentes na sessão. Destacou que esse projeto surgiu no coração da rede de supermercados Bruda, com o Sacola Zero.
Objetivamos inspirar o uso consciente de sacolas plásticas, oferecendo alternativas para o cliente armazenar suas compras ao ponto de zero oferecimento de sacolinhas. Hoje 50% do consumo já reduzimos na rede Bruda — revelou.

Camila Lima parabenizou Geleski pelo projeto,  dizendo que devemos começar nas escolas essa conscientização e depois com os adultos.
Precisamos fazer algo, não podemos deixar para os outros fazerem algo com o meio ambiente, temos que ter essa iniciativa — concluiu.

Já o vereador Coronel Mario, falou da satisfação dos vereadores quando a comunidade participa trazendo ideias, projetos. Elogiou a equipe que montou e trabalhou essa ideia, quando as iniciativas partem da comunidade é muito importante.

Paulo Glinski, falou da iniciativa do projeto, a explanação e a conscientização da comunidade.
Lembrou que anos atrás que já se ouvia sobre essa ideia e não foi concretizada porque houve resistência da nossa comunidade e do comércio. —Hoje vejo que evolução ambiental aconteceu, é possível uma evolução rápida em curto espaço de tempo.