Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE
FALSE
TRUE
HIDE_BLOG
Textual description of firstImageUrl

DIVE confirma morte de pai, mãe e filha pelo vírus da gripe, no norte catarinense

Uma das formas de contágio é através de inalação de gotículas expelidas durante os espirros e tosses de pessoas infectadas. Nesta quinta...

Uma das formas de contágio é através de inalação de gotículas expelidas durante os espirros e tosses de pessoas infectadas.
Nesta quinta-feira (11), a Diretoria de Vigilância Epidemiológica (DIVE/SC) confirmou a morte de três pessoas, da mesma família, moradores de Jaraguá do Sul, no Norte de Santa Catarina, pelo vírus Influenza H1N1 (ou Gripe A).

Os casos ocorreram no último mês, porém apenas dois deles haviam sido computados pelo órgão.

Em nota, a Dive afirmou que o pai tinha 62 anos, apresentou sintomas da doença e morreu no dia 13 de junho, mas não procurou atendimento médico, por isso não chegou a ser internado.

A causa da morte foi declarada como parada respiratória, por isso a morte dele ainda não entrou no nosso boletim. No entanto, ainda será notificada como morte por influenza por vínculo epidemiológico (um caso no qual o paciente tem tido contato com um ou mais pessoas que têm/tiveram a doença ou tem sido exposto a uma fonte pontual de infecção).” declarou a Diretoria no documento.

A mãe tinha 59 anos e possuía doença cardiovascular, fator de risco para a Influenza. Segundo a Dive, ela apresentou sinais da gripe no dia 9 de junho, foi internada no dia 12 e morreu no dia 15 de junho.

A filha do casal, de 36 anos, teve sintomas antes, no dia 8 de junho, porém procurou atendimento apenas no dia 14 de junho – quando foi internada – e morreu 10 dias depois, no dia 24.

A Diretoria informou que ela também estava no grupo de risco por apresentar doença cardiovascular.

Gripe A - ou Influenza H1N1 

A gripe ataca os pulmões, o nariz e a garganta. Crianças pequenas, idosos, gestantes e pessoas com doenças crônicas ou imunidade baixa correm alto risco.

Os sintomas incluem febre, calafrios, dores musculares, tosse, congestão, coriza, dores de cabeça e fadiga.

A gripe é tratada principalmente com repouso e ingestão de líquidos para permitir que o corpo combata a infecção por conta própria. Analgésicos anti-inflamatórios vendidos sem prescrição médica podem ajudar com os sintomas. Uma vacina anual pode ajudar a prevenir a gripe e limitar suas complicações.

Como é a propagação

Por gotículas respiratórias no ar (tosse ou espirro)
Por contato com a pele (apertos de mão ou abraços)
Por saliva (beijos ou bebidas compartilhadas)
Por toque em uma superfície contaminada (cobertor,  maçaneta, celular)

Prevenção

A prevenção da doença é feita com vacinas e regras básicas de higiene, como cobrir a boca ao tossir ou espirrar e lavar as mãos com frequência.