Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE
FALSE
TRUE
HIDE_BLOG
Textual description of firstImageUrl

Norte catarinense: técnico é indiciado por crime de estupro contra alunos de escolinha de futebol

Foto: Polícia Civil/Divulgação Um técnico de futebol de 45 anos, foi indiciado pelo crime de estupro de vulnerável, cometido contra doi...

Foto: Polícia Civil/Divulgação
Um técnico de futebol de 45 anos, foi indiciado pelo crime de estupro de vulnerável, cometido contra dois alunos, de 11 e 12 anos, em um campinho de futebol que ele alugava para dar aulas.

Ele está preso desde o dia 25 de março, no presídio de Jaraguá do Sul, no norte catarinense. 
O inquérito foi concluído na última sexta-feira (5) e enviado à Justiça.

As investigações seguem quanto a pelo menos seis outras possíveis vítimas, disse a delegada responsável pelo caso, Cláudia Gonzaga, da Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente e à Mulher (Dpcami).

Conforme a apuração, o técnico tocava as partes íntimas das vítimas - crianças e adolescentes do sexo masculino - e exigia que fizessem o mesmo nele, com a promessa de conseguir patrocínio e contrato com grandes clubes. 

Os que diziam "não" eram submetidos a treinamento mais exaustivo, de acordo com a polícia.

O caso começou a ser investigado em fevereiro deste ano, quando dois casais, pais de dois alunos, procuraram a polícia. 

Isso ocorreu depois que um dos meninos escreveu um bilhete para o próprio pai, falando dos abusos sofridos. 

Esse garoto decidiu contar para proteger uma colega nova na turma - ele não queria que ela fosse mais uma vítima.

Os dois meninos estariam sofrendo os abusos há pelo menos oito meses.