Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE
FALSE
TRUE
HIDE_BLOG
Textual description of firstImageUrl

Rio Negrinho: onça é encontrada morta, com sinal de disparo de arma de fogo

Morador encontrou o felino em terreno particular. Foto: PMSC/Divulgação Uma onça adulta foi encontrada morta em um terreno particular de...

Morador encontrou o felino em terreno particular. Foto: PMSC/Divulgação
Uma onça adulta foi encontrada morta em um terreno particular de Rio Negrinho, no Norte catarinense.

O morador, que encontrou o animal sem vida próximo de uma região de mata, registrou um boletim de ocorrência na tarde de terça-feira (19).

Segundo a Polícia Militar, após verificar o felino, o homem teria chamado a filha, que é estudante de medicina veterinária, e ela identificou que se tratava de um macho adulto de onça parda.

Ainda de acordo com a polícia, eles foram até a delegacia para denunciar o caso. Após o registro boletim de ocorrência, os policiais foram até o local e entraram em contato com a Polícia Militar Ambiental (PMA) de Canoinhas.

O corpo do felino, que pesava entre 50 e 60 kg, estava com uma marca provocada por disparo de arma de fogo.

Conforme a PMA, a suspeita é a morte ocorreu por ação de caçadores. No local, os policiais não encontraram vestígios do autor do tiro e ninguém foi preso.

Segundo o major Christopher Rudolf Froehner, a região tem policiamento ostensivo na área rural para coibir a ação de caçadores.

"—Em 2018, retiramos 25 armas de fogo de circulação que eram utilizadas para a caça ilegal. Orientamos os moradores para procurar a polícia quando se deparar com tal situação e também trabalhamos com educação ambiental com as crianças nas escolas", afirmou.

Além disso, por se tratar de um animal raro e sem vida ao ser encontrado, a PMA resolveu ceder o corpo da onça para a Universidade da Região de Joinville (Univille), que será responsável para fazer a perícia e apontar as causas da morte.