Polícia flagra perturbação de sossego vindo do interior de cemitério, em Porto União

Na madrugada de sexta-feira (11), por volta das 03h30, a Polícia Militar recebeu uma denúncia de perturbação do sossego alheio, que estaria vindo do interior de um cemitério, localizado na Rua André Lubi, no bairro São Pedro, em Porto União.

Cemitério São Pedro, em Porto União/ Imagem Google

Uma equipe da PM dirigiu-se ao local, onde constatou a perturbação. Um grupo de pessoas estava no interior do cemitério, ingerindo bebida alcoólica e ouvindo música em volume alto.

Ao avistar a viatura, as pessoas correram e se esconderam entre as lápides, sendo localizados e abordados três masculinos e duas femininas. 



O proprietário da caixa de som foi identificado e dado voz de prisão ao mesmo. Foi também lavrado o Termo Circunstanciado e apreendido a caixa de som causadora da perturbação.

De acordo com a Lei de Contravenções Penais, no seu artigo 42, não se pode perturbar o trabalho ou o sossego alheio nas seguintes condições:

Com gritaria e algazarra;
Com o exercício de profissão incômoda ou ruidosa, em desacordo com as prescrições legais;
Com o abuso de instrumentos sonoros ou sinais acústicos;
Provocando ou não procurando impedir barulho produzido por animal de que tem a guarda.

A penalidade é de prisão de 15 dias a 3 meses ou multa, dependendo do caso.