Mal súbito pode ter provocado morte por afogamento em cachoeira, no Vale do Itajaí

Corpo foi encontrado próximo a uma pedra, a três metros de profundidade. Foto: Bombeiros/Divulgação

Mais um caso de afogamento foi registrado em Santa Catarina neste fim de semana. No início da tarde deste domingo (16), um homem de 29 anos, que estava em uma cachoeira junto com familiares, após um mergulho, não emergiu novamente.

Uma equipe de mergulhares dos Bombeiros de Brusque foi acionada e o corpo foi localizado próximo a uma grande pedra, numa profundidade aproximada de três metros.



A cachoeira do Verzon, localizada em uma área rural do município de Botuverá, no Vale do Itajaí, é um local muito popular durante o verão e estava lotada neste domingo.

Segundo os Bombeiros, o local estava lotado neste domingo. Foto: Arcanjo/Divulgação

O homem teria sofrido um mal súbito poucos minutos após entrar na água. Ele estava no local acompanhado da mulher, o filho e um grupo de amigos.

O Instituto Geral de Perícias (IGP) recolheu o corpo que foi levado para o Instituto Médico Legal de Brusque.
A vítima morava em Boturevá e trabalhava como pintor autônomo.