Liliane Matsuzawa é a primeira mulher de Canoinhas a conquistar a faixa preta de Karatê

O amor pelo esporte não tem sexo ou idade, mas exige renúncia e foco de quem deseja praticar alguma modalidade.

Liliane com seu Sensei André Simões/Reprodução

Foi o que aconteceu com a jovem Liliane Matsuzawa Figueiredo, de 16 anos, que com coragem e determinação, após 13 anos de muito treino, tornou-se a primeira mulher canoinhense a conquistar a faixa preta em karatê pela Federação Catarinense de Karatê e Confederação Brasileira de Karatê.




Liliane iniciou no esporte em 2005, com apenas três anos de idade. Como atleta, já conquistou colocações em competições regionais, estaduais e brasileiro. 

Uma delas foi o 3º Lugar no Campeonato Brasileiro Escolar de Karatê que aconteceu em Salvador (BA), em 2017, no qual representou a Escola João José de Souza Cabral.

Liliane em 2005 quando iniciou no esporte,  e em 2018 exibindo com orgulho
 a faixa preta conquistada/Reprodução

O exame de faixa aconteceu no último dia 15, em Joinville. Liliane foi avaliada por uma banca examinadora em prova escrita (conhecimentos teóricos) e no Kihon, que são movimentos fundamentais do Karatê, como socos, defesas e chutes e por final os katas (seqüência de movimentos como uma luta imaginária).

Liliane com sua mãe e grande apoiadora, Lina M. Figueiredo/Reprodução

Liliane se diz muito grata a seu Sensei, André Simões, pelo seus ensinamentos não só na arte marcial do Karatê, como também na vida, e agradece o apoio de seus pais Sadi Figueiredo e Lina Matsuzawa Figueiredo que vem sempre lhe apoiando nesse caminho do Karatê e também a seus colegas de treinamento.

A primeira canoinhense faixa preta é aluna da Academia Simões, que conta com um projeto social de Karatê, onde atende cerca de 120 crianças gratuitamente.