Justa homenagem. Policial canoinhense recebe a Medalha do Contestado

Sargento PM Rosmário recebendo abraço de aluno, em 2015/Arquivo

Merecida e justa homenagem foi prestada durante sessão solene na noite de terça-feira (11) ao terceiro sargento Rosmário dos Santos Veiga, da Reserva Remunerada, que durante mais de oito anos prestou serviço voluntário para segurança dos alunos da Escola de Ensino Fundamental Sagrado Coração de Jesus.

Seu exemplo foi destaque em diversos meios de comunicação e elogiado sempre pela comunidade pela forma que cuidava das crianças na entrada da escola.


A entrega da Medalha do Contestado foi concedida por proposição do vereador Coronel Mario Erzinger (PR) em abril deste ano como forma de reconhecimento pelos relevantes serviços prestados ao município.

Foi destacado o trabalho íntegro do Sargento Rosmário durante todos os anos na Corporação, e mesmo após ter ido para a Reserva foi recontratado por meio do Corpo Temporário, da Polícia Militar.

A concessão dessa honraria é concedida após análise muito criteriosa, e muitos outros policiais poderiam também estar recebendo esta medalha pelos relevantes serviços prestados à sociedade. A forma como o senhor agiu durante tantos anos com a comunidade fez com que seu nome fosse aprovado para receber esta importante e justa Medalha”, destacou Cel. Mário Erzinger.

Rosmário recebendo a Medalha do Contestado pelos relevantes serviços prestados
à sociedade canoinhense/Divulgação

Ainda foi destacado que em uma homenagem a Rosmário, um vídeo mostrando o trabalho voluntário do policial, atingiu mais de 50 mil visualizações nas redes sociais, sendo um dos mais vistos e compartilhado na época.

O comandante do 3º BPM, fez uso da palavra e agradeceu a oportunidade de participar de importante momento na Câmara. 

Agradeço pelo trabalho realizado pelo Rosmário e aos vereadores por concederem importante título a este profissional, pelo trabalho que fez no Batalhão e de suma importância para comunidade”, destacando a importância do trabalho que fez também para os demais policiais, levando o nome da instituição de forma única e positiva.