Epagri-Ciram coloca Rio Canoinhas em estado de alerta para estiagem

Dados divulgados na manhã desta quarta-feira (19), pelo Centro de Informação de Recursos Ambientais e Hidrometeorologia de Santa Catarina (Epagri/Ciram), mostram que os rios de cinco cidades catarinenses estão em situação de emergência e duas em alerta por causa da estiagem.


Sem chuvas significativas nas últimas semanas, o nível do Rio Canoinhas está bem abaixo do normal. Conforme última mediação da Casan, na tarde desta quarta, às 14h45, o nível do rio estava em 1,37 metros.



Além do comprometimento no abastecimento de água da população, o nível baixo do Rio Canoinhas,  implica em aumento do impacto ambiental causado pelos efluentes agroindustriais e domésticos lançados em seu leito, diminuindo muito a qualidade das suas águas e impactando negativamente toda a *biota.
 Biota - Conjunto de seres vivos que habitam um determinado ambiente ecológico, em estreita correspondência com as características físicas,químicas e biológicas do ambiente.

As cidades que estão em emergência para estiagem são:

Rio Antas, Guaraciaba, no Oeste catarinense;
Rio Itajaí-Açú, José Boiteux, no Vale do Itajaí;
Rio Tijucas, São João Batista, na Grande Florianópolis;
Rio Tubarão, São Martinho, no Sul catarinense;
Rio Camboriú, Camboriú, no Litoral Norte catarinense.

Em estado de alerta para a estiagem estão:

Rio Canoinhas, em Canoinhas, no Norte catarinense;
Rio Cubatão do Sul, em Palhoça, na Grande Florianópolis.