Construtora faz estrada de má qualidade em Porto União e tem R$ 1 milhão bloqueado

Imagens da rodovia mostram como está a situação em apenas três anos após a conclusão.

O Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) obteve na Justiça o bloqueio de R$ 1 milhão da Construtora Oliveira, responsável pela obra de uma rodovia estadual no interior do Município de Porto União que está se deteriorando devido à má qualidade do serviço.

A rodovia é a SC-340 (antiga SC-478), no trecho entre Santa Cruz do Timbó e Lança, interior do município de Porto União.



Na ação, o Promotor de Justiça relata os problemas apresentados pela obra apenas três anos após sua conclusão, causados tanto por um projeto inadequado como pela execução mal feita pela construtora.

Parte da estrada está sujeita a inundações e agrava a deterioração em grande parte dos 9,17 quilômetros da rodovia.

Além disso, em um trecho específico de 2,5 quilômetros a Construtora Oliveira aplicou uma camada de revestimento asfáltico com a metade do estabelecido no projeto. Conforme perícia executada a pedido do MPSC, a camada de revestimento tinha 2,5 cm, enquanto o projeto exigia 5 cm de espessura.

Conforme determina a medida liminar requerida pelo Ministério Público, Estado de Santa Catarina, por meio dos órgãos competentes, tem um ano para iniciar a recuperação do trecho.