Câmara de Canoinhas economiza mais de 40% em diárias e devolve mais de R$ 1 milhão aos cofres públicos

O presidente da Câmara, vereador Coronel Mario prestou contas à comunidade e vereadores na sessão de segunda-feira (17), apresentando um balanço completo da produção legislativa, gastos e economia aos cofres públicos durante o ano de 2018.


Somente em diárias, a economia foi de mais de 40% durante o ano. O valor que será devolvido aos cofres públicos este ano é de R$ 1.233.587,20 (um milhão, duzentos e trinta e três mil, quinhentos e oitenta e sete reais e vinte centavos).




Sobre as ações na Câmara, foi apresentado a criação do Memorial do Setor Ervateiro, substituição de lâmpadas fluorescentes por Led, manutenção do plenário, com lixamento e aplicação de selador, além de o plenário ser utilizado 70 vezes durante o ano para realização de reuniões, eventos, treinamentos para diversas entidades do município. 

“Fomos muito questionados sobre a construção de uma nova câmara, mas infelizmente nosso município ainda não possui um auditório digno para receber eventos, e isso precisa ser discutido. Não pretendemos fazer uma nova casa de Leis, mas a comunidade precisa de um local adequado para grandes eventos, e sempre que procurados cedemos o espaço para atender a demanda”, concluiu.

Prestação de Contas

Foram realizadas durante todo ano, 82 sessões ordinárias e mais 11 extraordinárias. Sobre a produção legislativa de 2018, foram apresentados 1389 projetos, requerimentos e indicações até a data de 17 de dezembro, sendo somente projetos de Lei Ordinária, um total de 174.

Sobre as despesas (veja imagem abaixo), foi feita uma análise de 2014 até 2018, incluindo os gastos de despesas com pessoal, diárias, material de consumo, serviços de terceiros e material permanente, totalizando um gasto de R$ 3.289.142,80. 
Somente em diárias, a economia foi de mais de 40% durante o ano.

Valor devolvido à prefeitura de Canoinhas neste ano será um total de R$ 1.233.587,20 sendo:

R$ 911.354,79 – devolução duodécimo
R$ 308.120,23 – IRPF
R$ 4.112,18 – rendimento aplicação

Erzinger também comentou sobre um dos seus primeiros requerimentos formulados neste ano para regulamentar a LAI - Lei de Acesso à Informação, que foi acolhido pelo prefeito junto à procuradoria do município.

Explicou que em conversa no início do ano com o auditor do Tribunal de Contas, foi destacado a nota de Transparência da Câmara em 2016 “que segundo ele, era uma nota pífia de 3.33”, destacou. “E nesta semana tomamos conhecimento que nossa nota passou de 3.33 para 8.17, um grande avanço”.

Erzinger fez a menção que a transparência foi um dos compromissos seus como presidente da Câmara, cobrando do Executivo que esta nota fosse aumentada, e justificando que a mesma pode ser melhorada no próximo ano, devido alguns pontos que ainda serão melhorados no quesito transparência.