Aumento na produção de leite faz o preço despencar em Santa Catarina


Santa Catarina é o quarto maior produtor de leite do país, com cerca de 3,4 bilhões de litros produzidos por 45 mil famílias que entregam suas produções para as indústrias.

Com a produção maior que o consumo, o preço do leite está em queda para o produtor e também nos supermercados.




O leite padrão caiu cerca de 2%, de R$ 1,15 para R$ 1,12 por litro. O produto acima do padrão ficou em R$ 1,38 e, o abaixo do padrão, em R$ 1,04.

De acordo com o presidente do Sindicato das Indústrias de Laticínios e Derivados de Santa Catarina (Sindileite-SC) o leite longa vida não remunera nem o produtor, nem a indústria, que viu o valor cair de R$ 2,96 por litro em julho, para R$ 1,84.

Para o agricultor a queda foi de R$ 1,40 para R$ 1,12 no período. Nos supermercados de Canoinhas, por exemplo, o produto que custava quase R$ 4,00 em outubro, é encontrado com promoções até abaixo de R$ 2,00.

Isso se deve a um choque de oferta aliada a uma queda no consumo. Nesse período é até normal isso, pois no verão vem as férias escolares e há uma diminuição de consumo.

A Federação da Agricultura e Pecuária de Santa Catarina (Faesc), acredita que o leite vai ficar cada vez mais barato até o final do ano e aposta na exportação para amenizar o problema.