Pesquisar neste site

Violência contra a Mulher é tema de Seminário em Canoinhas


A 22ª DRP (Delegacia Regional de Polícia) em parceria com a Epagri, promoveu em Canoinhas durante os dias 8 e 9 de novembro, o 1º Seminário Regional e Intersetorial de Enfrentamento à Violência contra a Mulher da Comarca de Canoinhas.

A violência contra a mulher é todo ato que resulte em morte ou lesão física, sexual ou psicológica de mulheres, tanto na esfera pública quanto na privada. Às vezes considerado um crime de ódio, este tipo de violência visa um grupo específico, com o gênero da vítima sendo o motivo principal.
O evento aconteceu na Sala do Júri no Fórum de Canoinhas.

O evento contou com a participação de cerca de 200 pessoas, entre elas profissionais da rede de atendimento às mulheres vítimas de violência, das áreas da saúde, educação, segurança pública e assistência social.

O seminário será certificado pela Acadepol (Academia de Polícia) e teve como objetivo capacitar os profissionais sobre as temáticas de violência, gênero, humanização e alinhar as práticas de atendimento às mulheres vítimas de violência.

A programação contou com:

- Palestras sobre Políticas Públicas, Violência e Gênero: apontamentos para uma relação necessária; Tratamento jurídico das mulheres vítimas de violência doméstica em perspectiva; e Violência Institucional e Direitos das Vítimas.

- Palestra sobre Abuso sexual contra crianças e adolescentes: da dinâmica abusiva à intervenção estatal.

- Violência Obstétrica é violência contra a mulher, Fluxo de Atendimento às Pessoas em Situação de Violência Sexual (da infância à terceira idade) e Perícia Médica e Contribuição da rede para sua eficácia.

O seminário teve a participação de membros do Ministério Público, Judiciário, Creas, OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), Polícia Civil, Polícia Militar e Conselho Tutelar.

A organização do seminário foi de Melizze Cardoso, psicóloga da Polícia Civil, e Simone Trindade, extensionista social da Epagri.