Pesquisar neste site

Polícia ainda procura a cabeça de mulher encontrada decapitada no sul catarinense

Corpo foi encontrado, sem a cabeça, jogado em uma vala próximo ao cemitério/Reprodução/NSC

O corpo de uma mulher, já em estado avançado de decomposição, foi encontrado na noite da última terça-feira (27), em um matagal, a cerca de 200 metros de um cemitério, em Balneário Rincão, no Sul catarinense.
A vítima foi achada sem a cabeça.


Na quinta-feira (29), ela foi reconhecida por meio de impressão digital, recolhida no Instituto Médico Legal (IML) de Criciúma e analisada pelo Instituto Geral de Perícias (IGP) em Florianópolis. Trata-se de uma mulher de 49 anos, que estava desaparecida desde o dia 18 de novembro.

Vala em que a mulher foi encontrada/Reprodução

De acordo com o delegado que investiga o caso, a suspeita é de homicídio e ocultação de cadáver.
A Polícia Militar informou que próximo à vala onde ela foi achada estavam pedaços de roupas. Também havia marcas de incêndio pelo chão.

Até esta sexta-feira (30), nenhum suspeito foi identificado e a cabeça da vítima continua desaparecida.