Pesquisar neste site

Morre Papai Noel catarinense, único no Brasil a ter registro profissional

O Natal neste ano será mais triste para muitas crianças catarinenses e brasileiras. Morreu na tarde desta terça-feira (27),  Hélio Lazzarotto, 64 anos, conhecido como o Papai Noel do Brasil.

Ele sofreu um mal súbito em Xanxerê, no oeste catarinense, chegou a ser socorrido mas acabou morrendo de infarto.

Papai Noel brasileiro recebia, e respondia, cartinhas de crianças de todo o Brasil/Reprodução

Em 2014, o catarinense registrou no Instituto Nacional de Propriedade Industrial (Inpi), sua atividade profissional. Era o único a ter o registro de Papai Noel no Brasil.
Há 36 anos descoloria a barba no final de ano para atuar como o personagem natalino para prefeituras. 





Em uma festa de crianças, em 1982, interpretou o “bom velhinho” e fez tanto sucesso que resolveu seguir carreira. "A barba ainda era falsa, mas os pedidos foram aumentando. Em 1999 decidi viver só de Papai Noel" disse ele.

Recebia milhares de cartas de todo o país tendo respondido mais de 1,5 milhão delas, com seus ajudantes. 

Descia de helicóptero em algumas cidades, distribuindo presentes. Fez ações de conscientização ambiental, como a troca de gaiolas por jogos com cartões telefônicos.

Foi motivo de matéria até para o Fantástico, da Rede Globo. No próximo sábado faria a abertura oficial do Natal em Pato Branco, no Paraná.

Hélio Lazzarotto, o Papai Noel Brasileiro será velado em São Lourenço do Oeste e deve ser sepultado no final da tarde desta quarta-feira (28).