Epagri recebe prêmio pela produção de banana orgânica no sul catarinense

A Epagri recebeu o 20º Prêmio Fritz Müller. A Empresa foi premiada na categoria Agricultura Sustentável pelo projeto “Organização e melhoria no sistema de produção orgânica de banana prata no extremo sul catarinense”.


O projeto premiado foi desenvolvido pela Gerência Regional da Epagri em Araranguá. Os técnicos da Empresa prestam assistência técnica que fomenta a produção de banana prata orgânica em três associações de agricultores familiares de seis municípios do extremo sul: Jacinto Machado, Praia Grande, Timbé do Sul, Ermo, Turvo e Santa Rosa do Sul. O Sul do Estado concentra 49% da produção catarinense de banana do grupo Prata.

Graças ao esforço conjunto da Epagri e produtores, as famílias atendidas deixaram de depositar nos 450 hectares de suas propriedades cerca de 337 toneladas de fertilizantes químicos e 45 mil litros de calda de agrotóxicos por ano. O resultado é uma banana produzida de forma limpa e sustentável.

Também se destacam no projeto a humanização e otimização da mão de obra, a adequação das casas de embalagens às normas sanitárias, a diminuição das perdas pós-colheita, melhorias na tecnologia de adubação e aplicação de óleo mineral, aumento na eficiência de transporte.

O projeto elaborado pela Epagri permitiu investimentos superiores a R$ 1 milhão. Os recursos são provenientes do Programa SC Rural, coordenado pela Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca com apoio financeiro do Banco Mundial e do Governo de Santa Catarina.

O Prêmio Fritz Müller é concedido pelo Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA) para empresas e instituições públicas que possuem trabalhos e projetos na área ambiental desenvolvidos em Santa Catarina. 

O projeto da produção de banana orgânica no Sul do Estado já foi premiado neste ano pela Editora Expressão com o troféu Onda Verde, uma das mais importantes condecorações na área de ecologia no Sul do Brasil.