Pesquisar neste site

Doze integrantes de facção criminosa são presos no norte catarinense

A Draco (Divisão de Repressão ao Crime Organizado) da DEIC (Diretoria Estadual de Investigações Criminais) realizou operação nesta quarta-feira (14), no norte catarinense para cumprir 21 Mandados de Prisão Temporária ( pelo prazo de 30 dias) e 21 Mandados de Busca e Apreensão.


Durante a operação coordenada pelo delegado Antonio Seixas Joca, da Draco, que teve a participação de 80 policiais civis, foram presos 12 suspeitos de integrar organização criminosa que atua no tráfico de drogas, sendo que sete deles já cumprem pena no sistema prisional por outros crimes. Foram efetuados ainda duas prisões em flagrante, cujos detidos não eram alvo dos mandados. 




Também foi apreendida uma arma com numeração raspada, munições, acessórios usados para o tráfico (balança e anotações) e pequena quantidade de droga (1kg de maconha, pedras de rack e pinos de cocaína).
As ordens judiciais, foram cumpridas nas cidade de Joinville, Barra Velha, Penha e Camboriú.

Investigação


O Inquérito Policial instaurado pela Polícia Civil de Santa Catarina por meio da Divisão de Repressão ao Crime Organizado da Diretoria Estadual de Investigação Criminal (DRACO-DEIC) apura os crimes de Participação em organização criminosa e tráfico de drogas na cidade de Joinville.

Durante a investigação foram identificados 21 integrantes de uma célula da organização criminosa que atua no tráfico de drogas nas cidades de Joinville e Barra Velha, tendo conexão em Camboriú e Penha.

Identificou-se ainda a existência de farto arsenal em poder de alguns dos investigados, como fuzis e pistolas semi-automáticas, utilizadas em diversos crimes praticados na cidade de Joinville.