Sapo do tamanho de uma unha é descoberto no norte catarinense

O anfíbio é menor que a ponta de uma caneta. Foto: Luiz Fernando Ribeiro / Divulgação
Uma nova espécie de mini sapo do gênero Brachycephalus foi descoberta no Morro Santo Anjo, em Massaranduba, no norte de Santa Catarina.

Batizado de Brachycephalus mirissimus, o animal foi oficialmente descrito em um artigo veiculado no início deste mês na publicação científica internacional PeerJ.

Com um tamanho que varia de 10 a 13 milímetros (algo aproximado ao tamanho de uma unha) e menor quantidade de dedos que os demais anfíbios, o Brachycephalus mirissimus chama atenção por sua coloração.




Com um forte tom alaranjado, o corpo na porção dorsal traz uma listra branca e uma mancha branca arredondada na cabeça, uma das diferenças em relação a outras espécies de mini sapo também identificadas ao longo do projeto.

O pequeno animal encontra-se no grupo dos menores vertebrados do mundo. Essa característica deve-se a um processo evolutivo chamado miniaturização, o que dá à espécie uma vantagem estratégica para sobreviver às condições da montanha.

O mini sapo colocado em cima de uma moeda de um real, para se ter melhor a dimensão de seu tamanho.
Foto: Luiz Fernando Ribeiro / Divulgação
Além disso, por viverem em lugares íngremes e úmidos, mas sem a presença de grande quantidade de água, durante o processo evolutivo, esses sapinhos da montanha também adquiriram outra característica própria: eles não passam pela fase de girino, relata Luiz Fernando Ribeiro, pesquisador do Mater Natura e professor da Pontifícia Universidade Católica do Paraná - PUCPR, um dos descobridores da nova espécie.

O pequenino sapo havia sido visto pela primeira vez em janeiro de 2018, mas, para a comunidade científica, sua existência é legitimada com a publicação do artigo científico que o reconhece, o que ocorreu no último dia 3 de outubro.

*Com informações de A Notícia