Professora de 41 anos morre por conta de meningite meningocócica, no Paraná

A professora pensou inicialmente que era apenas uma gripe.
A morte de uma professora que estava internada no Hospital Universitário do Oeste do Paraná por conta de meningite meningocócica (bacteriana) desde o início da semana foi confirmada por familiares na noite de quinta-feira (11).

Suzana Andreia Both, de 41 anos, inicialmente pensou que estava apenas com uma gripe, mas o quadro de saúde se agravou rapidamente e ela precisou ser levada às pressas para a UTI.



Ela ficou isolada na Unidade de Terapia Intensiva do hospital em estado grave desde segunda-feira (08) e teve morte cerebral. “Após todos os esforços da equipe médica, e finalizado o protocolo de morte encefálica, foi iniciado protocolo pela Comissão Intra Hospitalar de doação de órgãos e Tecidos para Transplante”, afirmou a direção do hospital em nota.

Na escola onde Suzana trabalhava, medidas de prevenção foram adotadas. Equipes da vigilância epidemiológica e da Secretaria de Educação reuniram professores e servidores da escola para repassar as orientações.

Portas e janelas abertas para circulação do ar ajudam a prevenir a doença.  Todas as pessoas que tiveram contato com a professora receberam medicamento como prevenção.
Entre os colegas da professora Suzana o clima é de perplexidade.

*Com informações da Catve