Mulher é suspeita de atear fogo em residência com criança dentro, no Vale do Itajaí

Moradores da região afirmaram que a mulher deixou uma criança de 5 anos presa em um dos cômodos após atear fogo na residência - Portal de Notícias Canoinhas Online 


A casa de madeira foi totalmente consumida pelo fogo. Foto: Bombeiros/Divulgação
Uma residência foi totalmente consumida pelo fogo por volta das 08h da manhã desta quarta-feira (24), em Ilhota, no Vale do Itajaí, e uma mulher de 26 anos foi presa por atear fogo na própria casa.

Segundo a polícia, ela falou que tinha a intenção de voltar para o estado de Minas Gerais e como não tinha condições de levar todas as suas roupas, por isso resolveu atear fogo.
Fez um montinho de roupa e jogou perfume em cima. Como a casa era pequena e de madeira, logo pegou fogo em tudo.



De acordo com a PM e com o depoimento de uma vizinha à Polícia Civil, assim que a mulher notou as proporções do incêndio, saiu de casa com filha.

Entretanto, segundo os Bombeiros Voluntários de Ilhota, quando foi feito o atendimento no local, moradores da região afirmaram que a criança estava presa em um dos cômodos e foi retirada da casa por vizinhos.

Caso realmente a criança tenha sido deixada para trás, a mulher poderá responder por tentativa de homicídio. No entanto, até a tarde desta quarta-feira (24), não haviam evidências coletadas com relação a isso.

A mulher foi presa e flagrante e autuada pelo crime de incêndio. Segundo a Polícia Civil, a filha dela, foi encaminhada para o Conselho Tutelar. A PM informou ser uma menina de 5 anos. Ainda de acordo com a Polícia Militar, a mulher presa está grávida.