Fecomércio: quase 70% dos empregados estão no comércio de Canoinhas


A sessão desta semana na Câmara de Vereadores de Canoinhas, teve a presença do gerente de relações institucionais e governamentais da Fecomércio, Elder Arceno, usando a tribuna para realizar exposição das atividades junto ao Sindicato Patronal de Canoinhas, representado pelo presidente Carlos Burigo.

A Fecomércio é uma entidade que representa os sindicatos patronais do comércio de bens e serviços em Santa Catarina. “Temos hoje 72 sindicatos em todas as regiões do estado, que tem como função, representar, e em Canoinhas ele é bem atuante”, explicou Elder.




A Fecomércio tem como objetivo principal representar, no âmbito estadual, perante autoridades administrativas e públicas, os direitos e interesse do comércio de bens, serviços e de turismo; interceder junto às autoridades competentes no sentido do rápido atendimento e da solução de tudo que diga respeito aos interesses da classe; administrar, orientar, planejar e fiscalizar as atividades regionais do SESC e do Senac, entre outras atividades.

Somente no ano passado, a Fecomércio contribuiu com mais de 100 projetos de lei na Assembleia Legislativa, na busca de diálogo e colaboração com os deputados estaduais, visando contribuir com o comércio de serviços, bens e turismo.




Um dado importante que temos do comércio da cidade, cerca de 65,5% da participação no PIB, e isso é um índice muito grande. Temos quase 70% da massa laboral dos empregados, no comércio de Canoinhas”, destacou Arceno.

Elder Arceno, gerente de relações institucionais e governamentais da Fecomércio/Divulgação
Vereador Wilmar Sudoski (PSD) parabenizou a entidade Fecomércio e sua força em todo estado, destacando a importância de agregar soluções em conjunto: “vemos aqui um trabalho de extrema importância, e continuem trabalhando e lembrando de nossa região, para fortalecer ainda mais nosso comércio”.

Presidente da Câmara também solicitou ser encaminhado ao presidente da Fecomércio, Bruno Breithaupt os agradecimentos por darem atenção especial também as cidades menores do estado: “há uma preocupação de estreitarmos esse diálogo, e tudo que vier a contribuir e somar no processo de desenvolvimento de nossa cidade é muito bem-vindo e terá o apoio dos vereadores”.