Candidatos estão preocupados com postagens negativas nas Redes Sociais


Políticos brasileiros procuraram pelo menos 340 vezes a Justiça, nesta campanha eleitoral, para retirar da internet algum conteúdo que consideraram negativo, segundo informações da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji).

Existe uma preocupação muito grande dos políticos de tirar mensagens do Facebook antes que elas viralizem”, afirma o coordenador de Projetos e Cursos da Abraji, Tiago Mali.




Até o momento, em pouco mais da metade dos pedidos (52%), os argumentos dos políticos conseguiram convencer os juízes, que ordenaram a retirada do conteúdo. Em geral, a demanda aciona as redes sociais – em 70% dos casos, o Facebook.

Campeões de processos

Até este momento da campanha, “os candidatos campeões das tentativas judiciais de esconder notícias negativas e posts críticos nestas eleições foram o presidenciável do PSL Jair Bolsonaro (24 vezes), o candidato do PSDB ao governo de São Paulo, João Doria Jr (11) e a candidata do MDB ao governo do Maranhão Roseana Sarney (10)”, diz nota da Abraji.

Pelas legendas partidárias, o partido cujos candidatos mais tentaram ocultar informações é o MDB. Ele é responsável por 54 das ações até agora.

Na sequência, vêm o PSDB (42 tentativas) e o PDT (34)”. Com 32 pedidos aceitos, o MDB foi a agremiação que mais conseguiu retirar conteúdos.

* Com informações da Agência Brasil