Operação de combate a facção criminosa é deflagrada no bairro São Cristóvão

Compartilhe:
Operação contra facção criminosa no São Cristóvão em Três Barras
Em setembro do ano passado, outra grande operação teve como objetivo combater o crime organizado na região.
Foto: Polícia Civil/Arquivo/Canoinhas Online
Equipes da Polícia Civil e Militar de Canoinhas deflagram na madrugada desta terça-feira (11), uma operação de combate ao crime, no bairro São Cristóvão, em Três Barras, denominada "Operação Disciplina".

A operação teve por objetivo cumprir 5 mandados de prisão e 12 de busca e apreensão no bairro, sendo que todos os envolvidos eram suspeitos de pertencer a uma célula da facção criminosa Primeiro Grupo Catarinense (PGC).
Mais de 70 policiais participaram da operação, que teve início na madrugada, às 05h30.




Foram cumpridos mandados de busca em residências, assim como mandados de prisão, totalizando 13 pessoas detidas, sendo oito homens, três mulheres e dois adolescentes.

Também foram apreendidos cinco pontos de LSD, 59 unidades fracionadas de crack, 103 gramas de maconha, 14 buchas (7,1 gramas) de cocaína e  R$ 1.641,00 em espécie.

Drogas, dinheiro e aparelhos de celular apreendidos na operação desta terça-feira. Foto: Polícia Civil
Em março de 2017, uma operação denominada 'Dízimo", também foi desencadeada no bairro São Cristóvão. A Operação Dízimo foi assim batizada por conta de informações de que uma facção criminosa estaria cobrando um 'dízimo' de seus integrantes e que se não fosse paga ou deixasse atrasar, seria sumariamente executado.

Corpo encontrado em terreno baldio no bairro São Cristóvão/Arquivo
Na ocasião, um corpo foi encontrado em uma cova rasa, em avançado estado de decomposição, em um terreno baldio. Armas e munições foram apreendidas e 14 pessoas foram detidas, entre eles seis adolescentes, de 13 a 16 anos.

Em setembro do ano passado, outra operação no São Cristóvão teve o objetivo de combater a atuação da facção criminosa: a operação Reprobus contou a atuação de 180 policias civis de diversas regiões do estado e ocorreu principalmente em Canoinhas e Três Barras. Na ocasião, 23 pessoas fora presas.