Delegado de Polícia de Canoinhas proíbe assobios de madrugada

Compartilhe:

Essa é mais uma história resgatada pelo Canoinhas Online para trazer ao leitor fatos curiosos ocorridos no município em épocas passadas, resgatando um pouco de nossa história.
Essa notícia foi publicada originalmente em 1954.

"O Delegado de Polícia local fez parar um transeunte que encaminhava-se para sua residência porque o mesmo desmanchava-se em enternecedores assobios, que certamente lhe traziam doces recordações.

A autoridade policial, ao dar o sinal de 'pare' ao cidadão, indagou qual o seu destino, e em tom decisivo, informou ao já assustado popular que ele não deveria mais assobiar na rua, porque além do adiantado da hora, aquela prática prejudicava o Serviço de Investigação Noturna (SIN).



O Delegado informou que estava a caça de larápios pelo assobio, que segundo denúncias, eram melodiosos e a principal pista concreta que a polícia tinha para efetuar aquelas prisões.

Manchete no jornal da época. Foto: Canoinhas Online
A vítima do susto e dos maus momentos foi um locutor da Radio Canoinhas, que após o fato prometeu não mais assobiar a altas horas da madrugada, como também recolher-se em horário mais próprio e silenciosamente, afim de não tumultuar as investigações policiais que estavam sendo efetuadas para a captura de ladrões assobiadores".