Cachorro morre após levar tiro para defender vítima de homicídio


Um cão, da raça labrador, levou um tiro ao tentar salvar uma vítima de homicídio, em Camboriú, no último sábado (02). Ele foi socorrido, bastante debilitado, pela Polícia Militar e levado, na viatura do Pelotão de Patrulhamento Tático (PPT), a uma clínica veterinária.

O tiro atingiu o cão acima dos olhos. Ele passou por uma cirurgia e recebeu uma sonda, para drenar um coágulo no cérebro, mas o estado era bastante grave e ele acabou morrendo nesta segunda-feira (03).





O crime aconteceu no bairro Monte Alegre, na noite de sábado. O labrador, que pertencia ao enteado da vítima, teria investido contra o atirador para tentar salvá-lo, segundo a polícia.

O homem foi socorrido pelo Samu, mas não resistiu e morreu no Hospital. A polícia está em busca do suspeito do crime, que já foi identificado.

Apesar do cão não ter sobrevivido, A ONG Viva Bicho que acompanhou a caso, junto com a PM, precisa de recursos para pagar o tratamento do labrador na clínica onde ele foi atendido. Os policiais de Camboriú também estão mobilizados para arrecadar dinheiro e pagar os custos.