Acumulado de chuva faz nível do Rio Canoinhas subir rapidamente

Compartilhe:
Imagem do Rio Canoinhas às 17h30 de segunda-feira,03. Foto: Canoinhas Online
A chuva dos últimos dias atingiu todas as regiões catarinenses. Do Oeste ao Planalto, e no Vale do Itajaí, o total acumulado em 3,5 dias, das 00h do dia 31/08/2018 às 08h do dia 03/09/2018 foi de 80 mm a 100 mm.

O Rio Canoinhas marcava, conforme medição da Casan, 1.48mm às 6h da última sexta-feira (31), quando iniciaram as chuvas.
Na noite de segunda-feira (03) às 11h45 o nível já estava em 3.65mm. Com isso o rio sai do nível crítico e do alerta para estiagem, mas a economia de água deve continuar.




A chuva, que começou na sexta-feira (31/08), foi bem distribuída no tempo. Em geral, os totais não passaram de 10 mm/hora, mas a persistência favoreceu os elevados acumulados registrados nas estações meteorológicas monitoradas na Epagri/Ciram.

Algumas estações estão em estado de atenção para enchente, como Taió, Apiúna e Timbó. Já em Rio do Sul o alerta é para emergência de enchente, com o Rio Itajaí-Açu marcando mais de 7 metros e subindo.

Durante o período da chuva, um sistema de baixa pressão, entre baixos e altos níveis da atmosfera, atuou no Sul do Brasil. O tempo melhora a partir de terça (04), com predomínio de sol no decorrer da semana.

Acumulado de chuva em municípios da região (em milímetros)

Canoinhas - 110 mm
Três Barra - 74,6 mm
Major Vieira - 104 mm
Papanduva - 98,4 mm
Porto União - 100 mm
Mafra - 56,6
Irineópolis - 99 mm
Monte Castelo - 77,2 mm
Itaiópolis - 81,2 mm
O município de Curitibanos registrou o maior acumulado de chuva no estado, com 131,2 mm.

Fonte: Epagri/Ciram