Vereador questiona falta de vigilância no Parque de Exposições

Compartilhe:
Parque de Exposições Ouro Verde em Canoinhas
Sem vigilância, o parque tornou-se local de desordens, furtos e depredações.
O vereador Coronel Mário Renato Erzinger (PR) solicitou informações do poder executivo municipal sobre qual data que expirou o contrato com a empresa que fornecia um vigilante para o Parque de Exposições Ouro Verde.
O espaço tornou-se um local de lazer das famílias e encontro de jovens, mas há uma preocupação quanto a contratação de vigilância para prevenir desordens, furtos e depredações.

Erzinger também explica que no local estão ocorrendo excessos através do consumo abusivo de bebidas alcoólicas, sons automotivos perturbador, infrações de trânsito, excesso de velocidade colocando em risco a vida de pessoas, estando também a pista de velocross  sendo usada sem nenhum critério de regulamentação.

O vereador solicita que sejam procedidas medidas adequadas para regulamentação de uso do Parque de Exposições Ouro Verde.


Moradores do entorno do Parque certamente concordam com esse requerimento, pois há muitas reclamações, a maioria expostas em Redes Sociais, sobre a situação de abandono do local quando não há eventos. 

Som alto, consumo de drogas e álcool, tornou-se rotina por lá.  É preciso sim, urgente, um serviço de vigilância para conter a baderna que acontece no interior do parque.