Quadrilha é presa no norte catarinense por aliciar menores para o tráfico

A quadrilha aliciava menores para o tráfico e mulheres para entrar com droga em presídio de Santa Catarina.


Polícia Civil prendeu na terça-feira (14), uma quadrilha que recrutava adolescentes para vender drogas e mulheres de presos para tentar entrar com entorpecentes e celulares em uma unidade prisional. Os mandados foram cumpridos em Araquari, Garuva e Joinville. O grupo criminoso agia desde 2015.

Foram presos uma mulher e quatro homens, sendo que um deles já estava dentro do sistema prisional por tráfico de drogas. Segundo a Delegacia de Garuva, ele comandava a venda de entorpecentes na região da cidade.

Conforme a investigação, o detento passava instruções para a esposa sobre o tráfico de drogas em Garuva. Ela, junto com os demais presos, organizavam a distribuição dos entorpecentes.




A esposa também era responsável por recrutar outras mulheres de presos para levar drogas e celulares para o Presídio Regional de Joinville. A Polícia Civil não tem informações de quantas foram aliciadas.
Segundo a delegacia, elas colocavam os entorpecentes nas partes íntimas e tentavam passar pela segurança da unidade prisional.

Em relação aos adolescentes, pelo menos 10 foram aliciados para fazer o tráfico de drogas em Garuva, conforme a delegacia.
Quando eles deixavam de vender ou eram pegos pela polícia, novos menores era aliciados.