Por erro de português em nota fiscal, carga de maconha é encontrada em caminhão do Paraná

Erro ortográfico na nota fiscal fez os policiais desconfiarem da carga. Foto: PRF
Um erro na grafia em uma Nota Fiscal fez a Polícia Rodoviária desconfiar de uma carga em um caminhão com placas de Guarapuava/PR e descobrir quase 4 toneladas de maconha em seu interior.

O fato aconteceu na BR-116, na região do Vale do Ribeira, interior de São Paulo, nesta quarta-feira (22). Equipes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) interceptaram o caminhão no Km 521 da rodovia, em um posto de fiscalização. 

O veículo, com placas de Guarapuava, transportava um contêiner frigorífico e estava com a documentação em dia e regular, assim como a do condutor, e tinha como destino Vila Velha (ES).

Entretanto, os policiais verificaram que, na descrição do produto transportado, estava escrito "dorço" de frango congelado, sendo que a grafia correta é "dorso". 



O erro propiciou que fosse constatada uma falsificação nos documentos referentes à carga, que foi alvo de uma varredura pelos policiais rodoviários federais.

A droga estava escondida em meio a carga de "dorso" de frango congelado. Foto: PRF
No compartimento, havia 3.920 kg de maconha escondida em meio à carga. O motorista admitiu que carregou os congelados em Cascavel/PR, e que um amigo havia pedido o transporte da droga escondida entre os tais 'dorços' de frango.

O condutor, preso em flagrante, receberia R$ 21 mil pelo frete da droga e somente R$ 6 mil pelo frango.