Mãe pode ser indiciada por morte de bebê de um mês, por asfixia com leite materno


Uma mulher, de 27 anos, pode ser indiciada por homicídio culposo, pela morte de seu bebê de apenas um mês, ocorrido na madrugada de sexta-feira (24), em Chapecó, no oeste catarinense.

A mãe do bebê, cuja identidade não foi divulgada, chegou ao Hospital por vota das 05h30 com a criança já sem vida.
Durante procedimento de reanimação, a equipe médica constatou uma grande quantidade de leite saindo da boca do bebê, o que levantou a suspeita de asfixia por aleitamento materno. 

De acordo com a equipe médica, a mãe estava em visível estado de embriaguez, fato constatado pela polícia logo na chegada ao hospital.




Uma amiga da mãe do bebê, em depoimento para a polícia, contou que na noite anterior as duas foram para uma festa em uma casa noturna e que beberam uma garrafa de vodca. Depois disso, a mãe teria voltado para casa e tentado dar de mamar mesmo embriagada.

O delegado responsável pelo caso disse que o inquérito ainda não foi concluído, mas que a mulher deve ser indiciada por homicídio culposo, com pena entre um e três anos de prisão.
As informações são da NSC TV.