Pesquisar neste site

Em Canoinhas, engraxate há 25 anos mostra que a profissão resistiu ao tempo

Celso trabalha há 25 anos engraxando sapatos pelas ruas de Canoinhas. Foto: Canoinhas Online
Algo realmente muito raro de se ver hoje em dia. Com o passar dos anos e a chegada das novas tecnologias, muitas profissões foram ficando para trás. 

Mas claramente este não é o caso de um engraxate que encontramos na tarde de sexta-feira (03), na Rua Frei Menandro Kamps, em Canoinhas, em pleno expediente.

De sorriso fácil e atento ao trabalho, Celso Silveira nos contou um pouco de sua vida. Tem 35 anos e começou na profissão de engraxate ainda criança, ao 9 anos de idade.

Hoje, depois de 25 anos engraxando sapatos de canoinhenses e tresbarrenses, é da pequena caixa de madeira que tira seu sustento.

Dedicação e paixão pela profissão fazem com que ele colecione clientes, além de algumas 'pessoas importantes' que ele expõe orgulho de prestar serviço.

Trabalha de terça à sábado e "nos dias bons, chega a atender até 40 clientes". Cobrando R$ 3,00 cada "engraxada", às vezes "ainda rola uma gorjeta", conta empolgado.
"O melhor dia mesmo é sábado, onde o freguês quer ir pro bar, pra igreja...como também tem dias em que atendo só uma pessoa", comenta.

Clientes se dizem muito satisfeitos com o serviço prestado pelo engraxate. Foto: Canoinhas Online
Trabalhar como engraxate pode parecer insignificante, mas felizmente há muita gente que não dispensa um sapato bem engraxado e brilhoso e ninguém melhor que o engraxate para cumprir esta missão.
E se depender de Celso, os sapatos ficarão brilhosos por muito tempo ainda.

O engraxate

A tradição remete ao ano de 1806 o nascimento do ofício de engraxate, quando um operário poliu em sinal de respeito às botas de um general francês e foi recompensado com uma moeda de ouro por isto.

Dedicado ao trabalho, Celso é a prova de que a profissão pode sim resistir ao tempo. Foto: Canoinhas Online
Após a imigração italiana aparece, por volta de 1877, na cidade de São Paulo, os primeiros engraxates. 
Hoje em dia ocasionalmente pode-se encontrar algum. O engraxate, infelizmente, é uma profissão em via de extinção.