Comandante da PM Ambiental apresenta atividades da Corporação em Canoinhas

Compartilhe:

O Comandante da 3ª Companhia do 2º Batalhão de Polícia Militar Ambiental (PMA), Major Cristopher Rudolph Froehner usou a tribuna da Câmara de Vereadores na sessão de segunda- feira (27),  para apresentar aos vereadores e toda comunidade, os avanços e importante trabalho realizado pela corporação em Canoinhas e toda região.

A Polícia Ambiental está quebrando paradigmas”, com essa frase o Major Froehner explicou algumas das conquistas nos últimos anos, frente a atividades direcionadas para comunidade.

A frente do comando desde 11 de setembro de 2016, o Major explicou que realizou vários estudos para poder traçar estratégias de operações. “Diante dos números foi verificado que a Companhia tinha a maior incidência no tocante a confecção de autos, atuação repressiva, sendo que a situação de atividades proativas, de policiamento ostensivo ”.




Diante disso a Companhia começou a trabalhar com a redução de números, sendo o objetivo diminuir os números de incidências, resolvendo os problemas.

Foram montadas duas sessões no quartel para desenvolver vários projetos no tocante a prevenção, educação ambiental e fiscalização, sendo mais forte e ativa, com constantes treinamento para aplicação da lei. O comandante apresentou alguns dos principais projetos e ações da Polícia Ambiental de Canoinhas.

Projetos desenvolvidos:

Protetor Ambiental: continuidade do Programa Protetor Ambiental, potencializando as ações. O curso é focado para jovens, com duração de 120 horas, em que a Polícia oferece todo fardamento, equipamento e o curso, para que os jovens venham até o quartel e terem uma formação completa na área ambiental, sendo: flora, fauna, recursos hídricos, caça, pesca.

 “Em Canoinhas, além dessa temática, buscamos trazer o resgate cultural e histórico, o amor pela terra. Tivemos uma turma em Marcílio Dias onde os alunos aprenderam como se fazia a manteiga pelos primeiros moradores da localidade, explicando a eles também que essa é uma ação ambiental”, explicou.

Em Canoinhas hoje há 20 protetores ambientais, que passaram por um processo seletivo de 180 candidatos, sendo um concurso bastante concorrido. Hoje há também em fase de conclusão do curso de protetores ambientais em Itaiópolis, além de desenvolver o projeto para a Associação Canoinhense de Deficientes (ACD) e na Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE).

Puma: o Programa Unidos pelo Meio Ambiente- PUMA, foi criado em Canoinhas pelo soldado Moreschi, criado em 2015 e hoje já está institucionalizado na Polícia Ambiental de Santa Catarina. Nesta semana 270 crianças também se formam neste projeto.

O projeto visa atender crianças do 4º ano do ensino fundamental, com temas lúdicos e ambientais para realidade dessas crianças”. São repassados importantes conceitos de sustentabilidade, da flora e fauna, e a preservação como um todo.

PAC: com início em 2017, o Policiamento Ambiental Comunitário, visando ações mais proativas na comunidade. “Vimos que alguns crimes ambientais aconteciam por algum descuido ou até por alguma informação correta que não chegava à comunidade”, justificou. 

Após identificada essas dificuldades, o policial visita as comunidades para uma orientação mais completa, conhecendo as propriedades e também mostrando opções de sustentabilidade, de rendimento da propriedade, sempre respeitando a legislação ambiental. 

“Além disso, o projeto leva mais segurança para a área rural”, exemplificando que com esse trabalho e orientação cria-se redes de segurança até nas áreas mais longínquas do interior. 
O projeto tem o apoio de diversas instituições como a UnC, IFSC, IMA, Epagri, entre outras.



Termo de reciprocidade com a Floresta Nacional: projeto inovador, onde a PMA terá uma base dentro do IcmBio, onde serão realizadas diversas atividades recebendo a população, também realizando ações de auxílio a equipe do IcmBio nas ações de educação ambiental, que já acontecem na Floresta Nacional.

Também será formado até o final deste ano o primeiro grupo de escoteiros católico São Padre Pio “Pensando no amanhã, hoje”, também no IcmBio, que será um projeto pioneiro no estado de Santa Catarina.

A Polícia Ambiental terá também uma área de 1 mil metros quadrados no terreno do 3ªBPM, onde foi feito parceria com a Primave e cidade de Heidelberg na Alemanha, para criação de um bosque. Canoinhas foi contemplado para realizar esta ação, com apoio da cidade da Alemanha. “Esse projeto abrirá portas para muitas outras oportunidades para nós”, concluiu.

Ao final de sua fala, o Major Froehner entregou ao presidente da Câmara, o relatório anual de atividades 2017, e também entregará durante a semana um portfólio descritivo com todas as ações da PMA de Canoinhas a todos os vereadores.