Eclipse mais longo do século acontece nesta sexta-feira

Um eclipse lunar total acontece quando Sol, Terra e Lua se alinham, quando nosso planeta faz uma sombra no satélite. Isso faz a Lua ficar escura, perder o brilho, e é um fenômeno que pode ser visto a olho nu.

E será nesta sexta-feira (27), no final da tarde, o eclipse mais longo do século. Infelizmente só poderá ser visto em sua plenitude na África e Europa.

Por lá, eles vão acompanhar a melhor fase do fenômeno e serão quase 4 horas de período de umbra - por isso, é o mais longo do século.

Mas dá para ver no Brasil? Sim, quanto mais ao leste, melhor será. O fenômeno começa às 16h30, mas a Lua não terá nascido no Brasil.

Mesmo assim, vamos poder observar uma parte da fase total – quando o satélite está inteiro na sombra – e da fase parcial (umbra). É só esperar a Lua nascer. Tudo acaba às 19h19.


O ideal é ir para um campo aberto, onde geralmente é bom para observar as estrelas, lembrando que na região sul, a lua vai nascer por volta das 17h40.

Ilustração mostra como seria observar o eclipse da perspectiva da Lua. Foto: Hana Gartstein 
Um ponto positivo do eclipse da Lua é que, ao contrário da versão solar, não é necessário um óculos especial para admirar. Vale conseguir um binóculo ou uma luneta.

Outro detalhe: a Lua será de sangue também – quando adquire um tom avermelhado – mas veremos muito pouco, já que fica mais visível na fase total.

Marte também estará mais perto. Ele aparecerá no lado oposto ao Sol, o que formará uma bela visão ao lado da Lua. Vale assistir o eclipse e ficar de olho no brilho do planeta vermelho.

Se você mora em algum lugar em que não será possível observar o fenômeno, não fique triste. Em 2019,  teremos um eclipse lunar total "na íntegra" no dia 21 de janeiro, que poderá ser visto de qualquer parte do Brasil!