Paróquia Santa Cruz de Canoinhas comemora 106 anos de fundação

Compartilhe:
Neste 14 de junho, a Paróquia Santa Cruz de Canoinhas comemora 106 anos de fundação, mas o processo de evangelização em Canoinhas iniciou antes mesmo da criação da paróquia.

Teve início com os tropeiros que passavam pela região e depois prosseguiu com o monge João Maria que em suas andanças reunia grupos de pessoas para rezas e, ao mesmo tempo, receitava remédios feitos com ervas nativas.

Inicialmente, os católicos locais ficaram vinculados a paróquia Imaculada Conceição, de Curitibanos, que fazia parte da Diocese de São Paulo. Posteriormente, pertenceram as Dioceses de Curitiba e de Florianópolis. Neste período, não existiam padres residentes na região.

A paróquia Santa Cruz passou a existir oficialmente em 14 de junho de 1912 após decreto expedido por Dom João Becker.

Em 1950 foi criada a paróquia São Sebastião, de Papanduva. No ano de 1963 foi fundada a paróquia São João Batista, de Três Barras e, em 1974, a paróquia do Divino Espírito Santo, de Major Vieira. Todas foram desmembradas da paróquia Santa Cruz de Canoinhas.

O primeiro padre residente no município foi Frei Menandro Kamps. Entre os anos de 1912 e 1934 a igreja sede funcionou no alto da colina onde está a Escola de Educação Básica Santa Cruz.
As obras da igreja matriz Cristo Rei iniciaram em 1926 e foram finalizadas só dez anos mais tarde.