Criança morre degolada em brincadeira de pipa, no litoral paulista

Compartilhe:
Uma criança de sete anos morreu degolada durante uma brincadeira com pipa em Santos, no litoral de São Paulo, no início da noite de sexta-feira (22).

O menino brincava com amigos quando foi atingido no pescoço por uma linha de pipa com cerol. Ele  teria saído correndo para buscar uma pipa que estava caindo. Nesse momento, um carro teria passado pela rua e se enroscado em uma das linhas. 

Enrolado, o menino não conseguiu se desvencilhar da linha, conhecida como ‘chilena’, e acabou sendo atingido na altura do pescoço. A linha fez um corte profundo no pescoço da criança, atingindo a traqueia.

A criança recebeu atendimento no local, mas morreu  ao dar entrada no Pronto Socorro da região/Divulgação
Moradores que presenciaram o ocorrido relataram que houve gritaria e correria na rua. O menino acabou perdendo muito sangue e recebeu os primeiros socorros do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) ainda no local.

Ele foi encontrado já com quadro de parada cardiorrespiratória. Foram feitas tentativas de estabilização e a criança chegou a ser levada para o Pronto Socorro mas não resistiu ao ferimento e morreu ao dar entrada na unidade.
O responsável pela linha com cerol não foi identificado. 
Médico faz simulação do que acontece quando uma linha com cerol atinge a região do pescoço/Divulgação
Imagem de um motociclista que teve o pescoço parcialmente cortado com linha "chilena".
O uso do cerol (uma mistura de cola e vidro, que é passada na linha da pipa) é proibido pela Lei nº 7.189/86, e os responsáveis pelos menores envolvidos em acidentes relacionados ao uso são responsabilizados com multa e até prisão.