BRs 101, 470 e 280 são as rodovias federais mais violentas de SC

Uma pesquisa da Confederação Nacional do Transporte mostra que dentre as estradas federais que cortam Santa Catarina, as BRs 101, 470 (na região do Vale do Itajaí) e 280 (no Norte do Estado), são as mais violentas. 

A pesquisa mostra que na 101, no trecho próximo ao município de São José, na Grande Florianópolis, foram registradas nove mortes e 593 acidentes em 2017. O trecho é o 12º mais letal do país.

Outra estrada que preocupa no levantamento é a BR-280, que liga São Francisco do Sul até a fronteira com a Argentina. O estudo mostra que ocorreram 7.516 batidas na última década, sendo o trecho de Guaramirim, o mais letal. Somente em 2017, foram seis mortes e 104 batidas com vítimas, mostrou o estudo.


Na BR-470, importante ligação entre o litoral, passando pelo Vale do Itajaí até a região do Planalto e do Oeste catarinense, foram 15.170 ocorrências e 1.277 vítimas fatais entre 2007 e 2017.
No ano passado, de acordo com a CNT, foram seis mortes e 91 acidentes nas proximidades de Blumenau, apontada pelo estudo como sendo o mais perigoso da rodovia.

Tanto na BR-470 quanto na BR-280, os trechos mais violentos estão em obras de duplicação há anos e a falta de sinalização, bem como a imprudência dos motoristas, são apontadas como as principais causas de mortes no volante.