A greve dos caminhoneiros é a maior mobilização mundial já feita pelo WhatsApp

A greve dos caminhoneiros, que interditou milhares de trechos de rodovias em todo o país ao longo de dez dias, é a maior mobilização mundial já feita pelo WhatsApp, dizem Yasodara Córdova, pesquisadora da Escola de Governo de Harvard, nos Estados Unidos, que estuda como os governos lidam com a Internet, e Fabrício Benevenuto, professor de Ciência da Computação da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

A essência do trabalho do caminhoneiro é circular. Isso facilitou que as mensagens se espalhassem rapidamente por diferentes pontos do Brasil.

 "A gente viaja o Brasil inteiro e vai conhecendo outros caminhoneiros. Quando chega no posto para dormir, a gente conversa, troca o (número de) WhatsApp. Aí, quando chegou a greve, já havia vários grupos montados e a gente distribuiu a informação", diz Oliveira, de 40 anos, 22 anos deles passados atrás do volante do caminhão.

"O Whatsapp facilitou demais a nossa comunicação. Antes, a gente era desconhecido (um do outro). Agora, o pessoal faz um vídeo e, em dois minutos, já espalhou pelo Brasil", completa. 


A comunicação por WhatsApp tem características diferentes das feitas por Twitter e Facebook.

Na prática, enquanto postagens públicas no Twitter ou Facebook podem ser vistas por qualquer um e chegar de uma vez só a milhares de usuários, as mensagens de WhatsApp atingem apenas um indivíduo ou os participantes do grupo, limitados a um número máximo de 256 pessoas. 

Dali, podem ser levadas para outras pessoas ou outros grupos, em uma distribuição em pirâmide.
Além disso, todo diálogo é criptografado - é como se a sala de jantar estivesse bem trancada e só pudesse entrar quem fosse convidado ou tivesse a chave.

Isso faz com que a conversa fique fechada - para acessá-la, só infiltrado. E não há registro público, um rastro, porque há essa encriptação", diz Benevenuto.

Além disso, a comunicação é mais difusa. A conversa vai se propagando pelos celulares, sem registro de quem foi a fonte original da informação - seja mensagem em texto, imagem, áudio ou vídeo. Assim, fica mais difícil identificar quem são as vozes mais difundidas e que estão se transformando em lideranças.

Essas características fazem com que a mobilização pelo WhatsApp represente um novo desafio para governos, acostumados a negociar com lideranças de organizações definidas, com logotipo e CNPJ.

Governo foi driblado pela organização dos caminhoneiros

No quarto dia de greve, uma quinta-feira, o governo do presidente Michel Temer fechou um acordo com parte dos representantes de associações e sindicatos de caminhoneiros, se comprometendo a baixar o preço do combustível em 10% por 30 dias. Com isso, anunciou que a greve iria ter uma trégua. Naquele momento, os postos já começavam a ficar sem combustível.

Mas os caminhoneiros organizados pelo WhatsApp não concordaram com a negociação. No aplicativo, seguiram-se mensagens de repúdio às lideranças que negociaram com o governo Temer, além de aúdios e vídeos notificando sobre pontos de paralização que se mantinham ativos. Nada de acordo, a greve continuava.

"Se não tivesse o WhatsApp, eu creio que o governo já tinha enganado a gente há dias. O governo ia na televisão dizer que a greve acabou. Até um caminhoneiro conseguir se comunicar com outro, já tinha tudo mundo ido embora, tinha acabado a greve. Agora, a gente assistiu a nota do presidente e já passou informação para os grupos de WhatsApp".

A primeira medição da importância do WhatsApp na greve dos caminhoneiros foi feita pelo Ipsos. Na última terça-feira, o instituto de pesquisa entrevistou cerca de 1,2 mil caminhoneiros que usam um aplicativo de cargas. Dentre os entrevistados, quase metade (46%) soube da paralisação via WhatsApp.

É mais que o dobro de importância da própria estrada - 18% souberam do movimento sendo parados por colegas enquanto rodavam com o caminhão. 

O Facebook veio em seguida, informando 8,5% dos entrevistados. Um número ínfimo de 1% foi convocado por sindicato ou associação. Entre os entrevistados, estão tanto caminhoneiros que estavam protestando, como quem ficou em casa ou estava rodando normalmente.

Por outro lado, nem tudo é digital. Entre o grupo mais ativo de caminhoneiros, que continuava parado nas estradas na última terça-feira, o corpo a corpo foi tão importante quanto a mobilização nas redes - 39% tomaram conhecimento da greve na estrada, enquanto outros 39% souberam por WhatsApp e Facebook.

A importância do WhatsApp na greve também fica evidente em um boato que circulou no próprio app, alertando usuários para não atualizarem o aplicativo. Segundo a mensagem, a atualização do WhatsApp teria sido determinada pelo governo federal para inviabilizar a comunicação de participantes da greve. O WhatsApp informou que essa informação não procede.

O dia a dia dos grupos de WhatsApp


Uma vez que a mobilização tinha começado, o WhatsApp foi fundamental para propagar informações, passar mensagens de motivação, angariar apoio e bater de frente com o governo do presidente Michel Temer.

Um dia antes da greve começar, uma imagem de caminhões parados em uma estrada já estava entre as dez mais compartilhadas do dia: "greve geral pela baixa dos combustíveis, você apoia?". Era o movimento se organizando.
Na quinta-feira, quando o governo de Michel Temer buscou negociar com lideranças de organizações de caminhoneiros, o topo de compartilhamentos foi uma imagem com a hashtag "SomosTodosCaminhoneiros" e outra com a frase "A greve continua"

Em seguida, pedidos de intervenção militar passaram a despontar. Já na última terça-feira, quando o protesto dos caminhoneiros já estava perdendo força, os grupos de WhatsApp foram tomados por críticas à baixa adesão da população ao protesto: "Povo tem o governo que merece: reclama ficar 3h na fila do hospital, mas fica 8h na fila do posto de combustível".

Governo foi surpreendido com o movimento organizado via WhatsApp.

O governo Michel Temer ‘sua’ frio ante os boatos de que caminhoneiros autônomos podem retomar a greve nas próximas horas. Por isso o Palácio do Planalto monitora o WhatsApp dos profissionais da boleia nas estradas brasileiras.

Radicais ainda tentam mergulhar o país no caos. Mas, a greve acabou. Não vamos deixar nos enganar”, disse hoje (2) o ministro Carlos Marun, da Secretaria de Governo.

O governo informa que monitora os caminhoneiros nas redes sociais para que não seja pego, novamente, com as calças nas mãos.

Fonte: BBC Brasil

Nome

3º Batalhão de Polícia Militar,27,Acidente,122,Acidente com ciclista,1,Acidente com vítimas,3,Acidente na BR-280,16,Acidente na Serra,6,Afogamento,12,Agricultura,4,Apreensão de drogas,3,Assalto,11,Atualidades,45,Aumento,5,Barra Velha,2,Bela Vista do Toldo,17,Blitz,1,Blumenau,5,Boa noite Cinderela,1,BR 101,12,BR 116,46,BR 153,15,BR 277,3,BR 280,125,BR 476,2,BR- 282,13,BR-282,5,BR-376,3,BR-470,31,Brasil,273,Briga,2,Caçador,18,Calor,5,Câmara de Vereadores de Canoinhas,23,Campo Alegre,1,Canoinhas,833,Capotamento,1,Carnaval,5,Celesc,8,Chapecoense,2,Chile,1,Chuvas,11,Cidades,10,Concurso Público,4,Contrabando,2,Copa 2018,6,Corpo de Bombeiros de Canoinhas,119,Corpo de Bombeiros de Três Barras,12,Correios,2,Cotidiano,2,Crime,25,Crise,1,Crise na Saúde,2,Cultura,22,Curiosidades,19,Curitiba,4,Defesa Civil,3,Defesa do Consumidor,3,Denúncias,2,Depredação,1,Desaparecida,1,Desaparecido,2,Destaque,5,Dia das Mães,1,Dia Internacional da Mulher,3,Dinheiro,2,Dinheiro falso,1,Direito do consumidor,5,Diversidades,6,Dívida com saúde pública,1,Documentos em Braille,1,Duplicação,1,Eclipse total,1,Economia,35,Educação,70,EEB Julia Baleoli Zaniolo,1,Eleições,4,Eleições 2018,8,Emoji,1,Empreendedorismo,1,Emprego,18,Enem 2018,1,Energia,2,Entretenimento,9,Entupiu?,1,Epagri,1,Erro médico,1,Erva mate,1,Esporte,16,Estiagem,5,Expo Três Barras,2,Extração ilegal,1,Fake News,2,Falso sequestro,1,Famosos,1,Fatalidade,1,FECAM,1,Feminicídio,8,Feriado,1,Feriados Nacionais,1,Fesmate,16,Floresta Nacional de Três Barras,2,Florianópolis,1,Frango contaminado,1,Frio intenso,1,Fundação do Meio Ambiente,1,Furto,8,Furto de filhotes,1,Futebol,1,Gaeco,2,Gilberto Passos,1,Golpe,7,Golpe em Canoinhas.,4,Gratificação natalina,1,Greve,17,Guaramirim,3,Habitação,1,hemosc,3,Homenagem,1,Hospital Santa Cruz,46,HSCC,1,Humor,4,IDEB,1,Ilicitude,1,Incêndio,15,Incêndio em estufa,2,Inclusão,2,Incrível,1,Indenização,1,Informações,6,Informações úteis,15,INSS,3,Internet,1,Internet Rural,1,Inusitado,2,Inverno colorido,1,IPTU,2,IPVA 2017,1,Irineópolis,47,Itaiópolis,45,Itapoá,1,Jaragá do Sul,2,Jaraguá do Sul,13,JASC,1,JASTI,3,Jogos Abertos de Santa Catarina,1,Joinville,20,Justiça?,2,Lages,1,Lebon Régis,2,Lei,1,Lei Maria da Penha,17,Lesão corporal,1,Ligações fantasmas,1,Loiras,1,Loterias,1,Lula,2,Má ideia!,1,Mafra,80,Maioridade penal,1,Major Vieira,130,Manchete,832,Mandado de prisão,1,Marcela Temer,1,Marcílio Dias,1,Maus tratos,4,Meio Ambiente,4,Meio Amiente,2,Memórias,10,Mercado da beleza,1,Mercado Público Municipal,3,Minas Gerais,3,Miss Santa Catarina,1,Mister Paper,1,Monte Castelo,17,Morte de TWD,1,Mortes em Lebon Régis,1,Natal da Paz,1,Natal Luz,3,Natureza,1,Naturismo,1,Nepotismo,1,Nossa história,18,noticias,1578,Notícias,428,Notícias Internacionais,29,Novelas,2,Novo comando,1,O carro é meu,1,Ocorrências Policiais,228,Opinião,1,Papai Noel brasileiro,1,Papanduva,47,Paraná,187,Patrimônio cultural,1,Patriotismo,1,PEC 287,1,Pedofilia,1,Perigo que vem do céu,1,Perturbação de sossego,2,Pinhão,2,Pneus carecas,1,Polícia,387,Polícia Ambiental,82,Polícia Civil,44,Polícia Militar de Canoinhas,2,Política,260,Porto Alegre,2,Porto União,79,Prejuízo,1,Prêmio,2,Previsão do tempo,72,PRF,7,Prisão,1,Processo seletivo,1,Produto apreendido,1,Protesto,2,Que sono,1,Que?,7,Recapturado,1,Rede de Vizinhos,5,Rede Municiapl de Ensino,1,Redes Sociais,11,Reforma da Previdência,1,Regional,595,Regras eleitorais,1,Religião,2,Retrospectiva 2017,5,Retrospectiva 2018,4,Rio Canoinhas,13,Rio de Janeiro,1,Rio dos Cedros,2,Rio Grande do Sul,19,Rio Negrinho,42,Rio Negro,2,Rio poluído,1,Rodovia SC 135,12,Roubo,1,Salário Mínimo,2,Salvamento,1,Santa Catarina,709,Santa Cecília,10,São Bento do Sul,23,São Mateus do Sul,38,São Paulo,1,Saúde,131,SC,2,SC 283,1,SC 350,2,SC 418,3,SC 451,1,SC 477,30,SC-340,1,Segurança,28,Sem acordo,1,Serra do Rio do Rastro,3,Serra Dona Francisca,29,Serviço Militar,1,Setembro Amarelo,6,Simulacro,1,Solidariedade,22,SPFW,1,Spotligth,5,Sul catarinense,1,Super estômago,1,Tabagismo,1,Taió,2,Tecnologia,1,Temporal,3,Tentativa de assalto,2,Tentativa de homicídio,1,Timbó Grande,11,Toni Romanhuki,1,Tráfico,1,Tragédia em Minas Gerais,7,Tragédia na BR 280,1,Trânsito,37,Transparência,1,Três Barras,337,Tubarão,1,TV Globo,1,União da Vitória,34,UPA,10,Urban Style,6,Utilidade Pública,229,Vaga de emprego,2,Vale do Itajaí,1,Variedades,163,VII Congresso Sul-americano de erva mate,1,Violência contra mulher,3,Voluntariado,1,WestRock,3,
ltr
item
Canoinhas Online: A greve dos caminhoneiros é a maior mobilização mundial já feita pelo WhatsApp
A greve dos caminhoneiros é a maior mobilização mundial já feita pelo WhatsApp
https://3.bp.blogspot.com/-VW6WEOtazcI/WxNJVFEVM7I/AAAAAAAANGI/GMcl5vYASCAvDa7LCr__cro9Nr5phsWCACLcBGAs/s1600/grupo%2Bcaminhoneiro%2Bwhatsapp.jpg
https://3.bp.blogspot.com/-VW6WEOtazcI/WxNJVFEVM7I/AAAAAAAANGI/GMcl5vYASCAvDa7LCr__cro9Nr5phsWCACLcBGAs/s72-c/grupo%2Bcaminhoneiro%2Bwhatsapp.jpg
Canoinhas Online
https://www.canoinhasonline.com.br/2018/06/a-greve-dos-caminhoneiros-e-maior.html
https://www.canoinhasonline.com.br/
https://www.canoinhasonline.com.br/
https://www.canoinhasonline.com.br/2018/06/a-greve-dos-caminhoneiros-e-maior.html
true
314757626133630520
UTF-8
Loaded All Posts Not found any posts Ver mais Continuar lendo Reply Cancel reply Delete Por Home PÁGINAS POSTS Ver mais RECOMENDADO PRA VOCÊ SEÇÃO ARQUIVO PESQUISA TODAS AS NOTÍCIAS Ah! que pena. Sua pesquisa não encontrou nenhuma referência. Volte para a página inicial Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez just now 1 minute ago $$1$$ minutes ago 1 hour ago $$1$$ hours ago Yesterday $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago more than 5 weeks ago Followers Follow THIS PREMIUM CONTENT IS LOCKED STEP 1: Share. STEP 2: Click the link you shared to unlock Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy