Saúde chama dois ortopedistas para atuar na Policlínica

Compartilhe:
Há sete anos sem médico ortopedista no quadro de servidores da Secretaria Municipal de Saúde de Canoinhas, dois profissionais foram chamados do concurso público realizado pelo Governo do Município neste ano. Ambos atenderão na policlínica. “Um já está trabalhando. O outro ainda vai se apresentar”, comenta a secretária de Saúde, Zenici Dreher.

Até o mês passado, o Município pagava consultas particulares aos pacientes via Consórcio Intermunicipal de Saúde da Região do Contestado (Cisamurc).

A fim de organizar o fluxo, a Secretaria de Saúde informa que está adotando as recomendações do Ministério da Saúde. Para ser atendido pelo ortopedista e demais especialidades, os pacientes precisam obrigatoriamente passar pela Unidade Básica de Saúde. “Mesmo no caso daquelas pacientes que fazem acompanhamento há anos com outros médicos. Essa medida é necessária para que possamos atender as pessoas de maneira organizada e para garantir que vamos receber somente pessoas que residem em Canoinhas”, argumenta Zenici.

Médico ortopedista na Policlínica de Canoinhas
Policlínica de Canoinhas/Arquivo
Como até então não havia médico ortopedista na policlínica, o município acabava pagando consultas para pacientes de outros municípios que entravam na nossa rede pela Unidade de Pronto Atendimento (UPA). 

Nós vamos garantir o atendimento de urgência e emergência para quem precisa da UPA e é de fora, mas não podemos mais bancar tratamento de paciente que não é de nossa responsabilidade e a maneira encontrada para assegurar que vamos atender somente os canoinhenses é passar pela unidade de saúde”, informa Zenici.

Ela lembra que a Atenção Básica é de responsabilidade do Município, “onde contamos com mais médicos para os acompanhamentos mensais. Para as especialidades, as cargas horárias são reduzidas, por isso é necessário organizar o atendimento”.