Em surto psicótico, rapaz mata a mãe e a irmã a facadas em Tubarão, sul do estado

Um jovem de 21 anos foi preso nesta quinta-feira após matar a facadas a própria mãe, de 42 anos, e sua irmã, de 13, no bairro, em Tubarão.
A Polícia Militar acredita que o rapaz tenha sofrido um surto antes de efetuar os ataques.

O jovem foi encontrado pela PM logo depois crime, numa fábrica nas proximidades.
"Ele estava seminu e falando coisas sem sentido. Também estava sujo de sangue, o que demonstrava ter sido ele o agente que cometeu as agressões. A guarnição deu voz de prisão, mas foi preciso uso de força para dominá-lo, colocá-lo na viatura. Precisamos levá-lo ao hospital. Por causa do surto psicótico, ele ficou se debatendo e tentando danificar a viatura", explicou o capitão PM Josias Machado Severino.

Mãe e filha chegaram a ser socoridas pelos Bombeiros, mas não resistiram. Foto: Correio Cidade Notícias
Segundo a Polícia Militar, a mãe foi esfaqueada dentro da residência. A filha conseguiu fugir para tentar pedir ajuda, correu em direção ao salão de beleza onde a mãe trabalhava, mas foi esfaqueada antes de chegar.

As vítimas foram atendidas pelo Samu e pelo Corpo de Bombeiros e foram encaminhadas para o Hospital Nossa Senhora da Conceição já em estado grave. Segundo o capitão Josias, a menina morreu logo depois de chegar ao hospital. A mãe já estava sem vida quando deu entrada.
Conforme o Instituto Geral de Perícias (IGP), as duas morreram de traumatismo torácico.

Mãe e filha foram mortas a facadas. Reprodução/Facebook
Os policiais afirmaram que o jovem estava seminu, sujo de sangue, falava palavras sem sentido e resistiu à prisão. Por causa disso, foi levado para atendimento médico.

Segundo o Hospital Nossa Senhora da Conceição, o jovem segue internado no local sob custódia da PM, mas ele será transferido para um hospital psiquiátrico.
Os vizinhos da família relataram que o jovem tinha problemas psiquiátricos, mas afirmaram que não demonstrava ações de violência.