Detracan de Canoinhas esclarece a função dos Agentes de Trânsito do município

Compartilhe:
A liberdade de expressão e pensamento é garantida constitucionalmente a qualquer cidadão desde que não fira a honra ou a dignidade de alguém. “Infelizmente este limite à liberdade de expressar-se não está sendo respeitado em Canoinhas em relação ao trabalho dos agentes de trânsito”, comenta o diretor do Detracan, Luizinho Witt.

As redes sociais e compartilhamento de informação estão repletas de xingamentos ao trabalho destes servidores públicos e por isso o Detracan vem a público esclarecer quais são as atribuições dos agentes.

O Município possui quatro agentes que trabalham entre 8h e meio-dia e das 13h15 às 17h15 – fora deste horário o zelo pelo trânsito é realizado pela PM.

A polícia, embora também tenha disponível militares para auxiliar no trânsito, tem outras atribuições como atendimento a ocorrências diversas. “Em Canoinhas temos, em média, dois acidentes de trânsito por dia e o atendimento aos motoristas demanda tempo tanto do Detracan, quanto da PM”, afirma Witt.

Canoinhas tem uma frota de aproximadamente 37 mil veículos/Divulgação
São atribuições dos agentes

• A educação de trânsito, a informação e a orientação aos usuários;

O controle e monitoramento de tráfego;

• A fiscalização, no exercício regular do Poder de Polícia de Trânsito, de acordo com os artigos 22 inciso V e 24 inciso VI da Lei 9503/1997 - Código de Trânsito Brasileiro;

• Preservação da vida, redução do sofrimento e diminuição das perdas;

• Patrulhamento preventivo;

• Auxiliar na conservação e implantação de equipamentos e sinalização de trânsito.

• Palestras de educação de trânsito;

• Atendimento ao público no âmbito administrativo;

• Controle da saída dos colégios realizando a segurança viária dos alunos e demais pedestres;

Controle, segurança e fiscalização de trânsito;

• Fechamentos de ruas proporcionando a segurança viária;

• Operação de trânsito como o acompanhamento com batedores em eventos proporcionando a segurança viária;

• Atendimentos a acidentes de trânsito, até mesmo salvando vidas como foi feito em 2016 na esquina da loja Colombo;

Postos de observação em locais estratégicos e críticos para segurança viária, monitorando a conduta errônea dos condutores que não cumprem o Código de Trânsito Brasileiro;

• Auxilio à equipe de sinalização, pintura e demarcação viária, e orientação técnica com base em manuais de sinalização horizontal e vertical do DENATRAN – Departamento Nacional de Trânsito.

• Apoio a Polícia Militar/SC quando solicitado e vice-versa.

O canoinhense tem o direito de reclamar do trabalho realizado por qualquer servidor, mas para isso existem os meios legais, como a ouvidoria do Município que pode ser acionada pelo 3621-7700, ouvidoria@pmc.sc.gov.br ou diretamente no gabinete da prefeitura entre 8h e meio-dia e das 13h às 17h.

Fonte: Assessoria de Imprensa/Prefeitura de Canoinhas