Menina de 12 anos diz que fugiu de casa por sofrer abuso sexual, em Porto União

A guarnição da Polícia Militar de Porto União foi acionada para verificar a situação de uma menina, de 12 anos, sozinha em frente a uma residência na rua Eurico Flenik, bairro Vice King, no município.

Ao chegar ao local, junto com a menina, que observou-se estar muito assustada, estava uma senhora que relatou que encontrou a criança em frente a sua residência, parada há horas.

Ao conversar com ela, disse que saiu de casa porque mora com uma madrinha, mas não quer mais. Relatou também que sua mãe morreu, não conheceu o pai, e a avó que morava com ela também faleceu.

Chamado o Conselho Tutelar, que conversou com a menor, descobriu-se que o real motivo da fuga era que o marido de sua madrinha cometia abusos sexuais com a mesma.

Imagem meramente ilustrativa.
Devido a residência da menina ser em União da Vitória/PR as conselheiras repassaram a situação para aquele município para as providências cabíveis.

A menina será encaminhada para um abrigo até que sejam averiguadas e investigadas as afirmações feitas pela menor.