Policial Militar Ambiental catarinense morre durante operação, em Santa Catarina

Rafael Massoco, de 37 anos,  policial militar ambiental de Herval d'Oeste, no Oeste catarinense, morreu afogado nesta quinta-feira (1º) após o barco em que ele estava bater em uma pedra e afundar.

Sua guarnição de serviço fazia patrulhamento aquático em Piratuba/SC quando a embarcação colidiu em uma pedra e acabou virando. Após bater na pedra, o barco partiu ao meio.

Policial militar ambiental morreu afogado durante operação em Santa Catarina
Policial militar ambiental morreu durante operação em Santa Catarina/Reprodução NSC
Os três tripulantes caíram no rio e somente dois conseguiram sair da água. O corpo do policial foi encontrado no início da tarde.

Os policiais participavam da Operação Ferrolho. A operação foi iniciada para prevenir a possível entrada de criminosos no estado de Santa Catarina por causa da intervenção federal no Rio de Janeiro.

Rafael era casado, tinha 36 anos e estava há seis na PM. PMSC/Divulgação
Segundo o comando, ele usava apenas um colete tático e não estava equipado com colete salva-vidas. Ao cair da embarcação, ele não conseguiu nadar até a margem.
Rafael estava na PM há seis anos, informou a corporação em uma coletiva de imprensa na tarde desta quinta.
A entrevista aos jornalistas começou com um minuto de silêncio em homenagem ao PM.