Jovem fica em estado gravíssimo após ficar submerso por 10 minutos em rio, em Florianópolis

Compartilhe:
Um Peugeot 307 caiu no Rio Itacorubi no começo da tarde desta sexta-feira (02),  em Florianópolis, na Avenida da Saudade.

Vista aérea do local do acidente. Divulgação/WhatsApp
O motorista, Artur Latronico, 23 anos, seguia no sentido Centro quando bateu nas barreiras de proteção, invadiu a calçada e caiu na água.
No local, testemunhas disseram que o carro teria sido fechado por um caminhão, por isso perdeu o controle.
O condutor do caminhão fugiu do local.

Populares ajudaram no resgate antes da chegada dos Bombeiros. Imagem: Ricardo Wolffenbuttel/DC
Segundo relato policial, o teto solar do Peugeot estava aberto, o que fez com que o veículo afundasse mais rápido. Várias pessoas se mobilizaram para tentar retirar Arthur da água. 

Depois de ser retirado da água desacordado, ele foi reanimado pelos bombeiros e levado para o Hospital Universitário (HU) ainda inconsciente. 
Populares ajudaram no resgate do motorista e do veículo com o apoio de um caminhão da coleta seletiva da Comcap, que tem o depósito nas proximidades.

Pelas redes sociais a família de Artur informou que, por ter ficado muito tempo submerso, o estado de saúde dele era considerado gravíssimo. Artur está internado na UTI. 

Caminhão da coleta seletiva foi usado para retirar o veículo da água.Divulgação/WhatsApp
O pedreiro Alcides Carlos Fuzinatto, de São José, estava dirigindo no mesmo sentido e atrás do Peugeot. Ele foi um dos primeiros a parar o veículo e se jogar na água. 
A dificuldade, segundo ele, foi porque os vidros e as portas estavam fechados.

"Não dava pé dentro da água, por isso estava difícil. Mas conseguimos quebrar o vidro para tirar ele. Acho que ele ficou uns 10 minutos lá embaixo" contou o pedreiro.

O jovem foi reanimado mas levado em estado gravíssimo ao hospital. Divulgação/WhatsApp
Pelo menos outras cinco pessoas pularam na água para ajudar no resgate antes mesmo da chegada das equipes dos bombeiros. A atuação dos populares foi fundamental para o socorro.

Postagem feita por familiares de Artur. Facebook/Reprodução
Artur foi atendido pelo Corpo de Bombeiros e pelo Samu. O helicóptero Águia, da Polícia Militar, também trabalhou na ocorrência.