Escola municipal vai produzir sua própria energia, em Três Barras

Já pensou na possibilidade de um prédio público produzir sua própria energia, reduzindo custos aos cofres do governo?
Esta solução existe e logo entra em operação na Escola Básica Municipal João Pacheco de Miranda Lima (Caic), situada no distrito de São Cristóvão, em Três Barras.

Conquistando a cada dia mais adeptos no país, o sistema fotovoltaico produz energia elétrica a partir da radiação da luz solar, que acontece mesmo em dias nublados ou chuvosos.

Secretário de Administração e Planejamento, Zair Packer (à esquerda) acompanhou a instalação do sistema/Divulgação
O processo de conversão da energia solar utiliza células fotovoltaicas feitas de material semicondutor. Painéis foram fixados na cobertura da escola. Os trabalhos iniciaram na semana passada.

A potência instalada é de 26 KW. Conectado à rede de energia elétrica, o sistema vai suprir o consumo numa área de 225,76 metros quadrados.

O Governo do Município está investindo R$ 181,7 mil na implantação do sistema, levando em consideração que ao gerar sua própria energia, o valor pago na conta de luz tende a diminuir de 50% a 70%, mantendo-se o consumo médio atual. 
No ano passado, o gasto mensal médio da escola com luz foi de aproximadamente R$ 4,5 mil.