Câmara cogita Audiência Pública para retorno de perícia do INSS em Canoinhas

Compartilhe:
Os vereadores voltaram a debater a situação da Agência do INSS no município.  Sem médico perito para atender o público, os contribuintes precisam se deslocar a outras cidades do estado para realizar a perícia e, em alguns casos, a viagem também é necessária para ter acesso ao benefício, já que o usuário não pode escolher sua cidade de origem para receber os auxílios.

Desde o último ano, os vereadores de Canoinhas enviam documentos a diversas repartições do órgão responsável pedindo pelo retorno das perícias à cidade.

Nesta semana, os vereadores debateram a possibilidade de criar uma comissão para interceder junto a entidades municipais com o objetivo de trazer o serviço novamente à Canoinhas, e até agora, sem sucesso.

População canoinhense sofre com a falta de perito na cidade. Imagem: Canoinhas Online

Além da comissão, o debate se estendeu para que seja estudada a viabilidade de realizar uma Audiência Pública e uma Ação Popular sobre o tema, a fim de garantir as perícias para a população da região.
Debate

Os vereadores lembraram que, às vezes, mesmo com agendamento, e tendo que deslocar-se para outras cidades, as pessoas não conseguem ser atendidas e que em algumas ocasiões  o poder executivo acaba arcando com parte dos deslocamentos, bem como com a realização de exames de alto custo para comprovação de necessidade do benefício.

O vereador Paulo Glinski (PSD) lembrou que o pedido pelo retorno das perícias já foi realizado e reiterado inúmeras vezes, inclusive ao Ministério Público Federal. 

Encaminhamentos
Os vereadores propuseram novos encaminhamentos para interceder junto ao INSS por uma solução para o problema da falta de atendimento na agência da cidade. 

Ao relatar que, mesmo com o envio de moções, o município não foi atendido, o vereador Wilmar Sudoski (PSD) sugeriu a elaboração de estudo, por meio da assessoria jurídica, para que a Câmara entre com uma Ação Popular solicitando o retorno das perícias à cidade.

A vereadora Norma Pereira (PSDB) sugeriu que sejam enviados novos documentos à Diretoria de Saúde do Trabalhador (Dirsat) solicitando o credenciamento de médicos não concursados para a realização de atendimentos. Segundo Norma, médicos do município já manifestaram interesse em fazer as perícias na cidade.

O vereador Edmilson Verka (PR) sugeriu a criação de uma comissão de vereadores para realizar visitas a entidades do município e buscar fortalecimento na solicitação pelo retorno do atendimento.

Por fim, o vereador Wilmar Sudoski (PSD) ainda sugeriu que a casa estude a viabilidade para realizar Audiência Pública e confeccionar abaixo-assinado sobre o tema. 
Os vereadores também propuseram o envio de requerimentos (novamente) aos deputados federais e estaduais, pedindo apoio na solicitação.