Aves silvestres e um verdadeiro arsenal de caça é encontrado no Campo da Água Verde

Compartilhe:
No domingo (18), equipes da PM de Canoinhas realizavam ações de polícia ostensiva pela Avenida dos Expedicionários, no bairro Campo da Água Verde, quando deu ordem de parada para o condutor de uma motoneta Honda/Biz  com dois ocupantes em atitude.
A mesma empregou fuga sentido a Rua Fauri de Lima, porém os policiais conseguiram efetuar a abordagem. 

Durante busca pessoal, o condutor da motoneta fez menção que iria puxar algo da cintura, sendo imediatamente utilizado técnicas de imobilização.
Na cintura do condutor foi encontrado um revólver, calibre 38 e um rádio comunicador da marca Motorola, dentro da blusa.


O condutor apresentava sinais claros e visíveis de embriaguez, onde foi ofertado teste do Etilômetro, na qual este recusou, sendo feito o Auto de Constatação de Embriaguez. 

Após consulta veicular realizado pela Central Regional de Emergências, foi verificado que o veículo estava com o exercício do licenciamento em atraso e o condutor não era habilitado, motivo pelo qual a motoneta foi guinchada ao pátio conveniado. 
Em vistoria, foi encontrado mais dois rádios comunicadores da marca Motorola.


Diante dos fatos foi dado voz de prisão ao condutor e conduzido para providências.

Crime Ambiental
Na sequência, após autorização da esposa do detido, policiais e integrantes da Agência de Inteligência adentraram na residência, onde encontraram vários objetos ilícitos:
-uma luneta de marca Nikko Stirling, 
-uma espingarda artesanal calibre .36 pica pau, 
-três passarinhos silvestres: um azulão, um trinca ferro e um colerinha (estes na garagem da residência), 
-duas armas artesanais para caça calibre 32, 
-oito munições calibre .28 carregadas/ cartucho de plástico, 
-quatro cartuchos metal calibre .32, 
-oito cartuchos de calibre .32 carregadas, 
-seis munições 7,62 carregadas, 
-uma munição 7.62 festim, 
-uma munição 380 carregada, 
-cinco munições calibre .22 carregadas,
-três munições de .38 carregadas, 
-duas munições de calibre 36 carregadas 2, 
-seis frascos de pólvora, 
-duas caixas de espoletas, 
- 71 cartuchos de diversos calibres deflagrados 
-2 cinturões para carregar munições
-3 peles de animais,
-9 apitos para aves nativas. 


Diante dos fatos foi acionado a Policia Ambiental, que se fez presente e ficou na responsabilidade dos animais silvestres e das peles para procedimentos administrativos.
Os demais objetos encontrados foram apreendidos e encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil.

O sujeito detido irá responder por porte ou posse ilegal de arma de fogo, porte ilegal de munição ou acessório de arma de fogo, embriaguez ao conduzir veículo com a capacidade psicomotora alterada, em razão da influência de álcool ou de outra substância psicoativa (embriaguez ao volante), crime ambiental contra a Fauna (possuir em casa animais silvestre da fauna  brasileira).