Após 40 dias internada, morre vítima que ficou 36 horas na Serra Dona Francisca aguardando resgate

Maria Aparecida Borges, de 53 anos, que havia sido resgatada com o marido 36 horas depois que o carro que eles estavam caiu de uma ribanceira na Serra Dona Francisca morreu em um hospital de Jaraguá do Sul no Norte catarinense. Maria Aparecida estava internada desde o resgate, ocorrido no dia 8 de janeiro.

Ela estava em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no Hospital Jaraguá, mas não resistiu a complicações em decorrência dos ferimentos causados no acidente.

Veículo em que o casal estava/Arquivo
A causa da morte não foi divulgada. O marido dela, Vilmar de Oliveira, que também estava no veículo no acidente, recebeu alta no final de janeiro, após cerca de 20 dias internado.

O acidente

O casal ficou aproximadamente 36 horas na mata depois de perder a direção do veículo em uma curva na Serra Dona Francisca.

O local da queda tem cerca de 200 metros de barranco e não tem visibilidade da pista. Sem sinal de celular, o casal não conseguiu pedir ajuda e permaneceu no local sem água e sem comida.

Casal foi socorrido bastante machucado e com sinais de hipotermia/Arquivo
O resgate do casal aconteceu depois que os filhos começaram a procurar pelos dois, quando eles não apareceram para o almoço da família.

O homem e a mulher estavam em choque, com princípio de hipotermia e com vários traumas pelo corpo na hora do resgate.